27.8 C
São Paulo
sábado, junho 15, 2024
InícioCibersegurançaArquivos vazados da CIA mostram que China está construindo ciberarmas para assumir...

Arquivos vazados da CIA mostram que China está construindo ciberarmas para assumir o controle de satélites de nações inimigas 

Segundo o Financial Times, a CIA divulgou um documento que detalha os planos da China para desenvolver ciberarmas que possam negar, explorar ou sequestrar satélites inimigos. Washington diz que os planos da China para sequestrar satélites ocidentais fazem parte do objetivo de Beijing de controlar a informação, algo que acredita ser um domínio importante na “guerra”.

Um dos ataques da China parece imitar os sinais que os satélites recebem de seus operadores, enganando-os para serem totalmente tomados ou falharem durante momentos cruciais em combate. Isso eliminaria as habilidades dos satélites, que normalmente operam em grupos, de se comunicar entre si, transmitir sinais e ordens para armamentos e enviar dados visuais e interceptados. Isso poderia colocar em risco a segurança e a defesa de nações inimigas ocidentais.

satelite china 2 1
Arquivos vazados da CIA mostram que China está construindo ciberarmas para assumir o controle de satélites de nações inimigas  3

O general Bradley Chance Saltzman, chefe da Força Espacial dos EUA, disse recentemente que Washington enfrenta uma “nova era” de ameaças além da Terra. Ele diz que a China implantou 347 satélites, incluindo 35 lançados nos últimos seis meses, projetados para enfrentar as forças dos EUA em caso de conflito futuro. 

Saltzman ressalta:  “As ameaças que enfrentamos para nossas capacidades em órbita de nossos competidores estratégicos aumentaram substancialmente” e que a “China continua a investir agressivamente em tecnologia destinada a interromper, degradar e destruir nossas capacidades espaciais”.

satelite china 3
Arquivos vazados da CIA mostram que China está construindo ciberarmas para assumir o controle de satélites de nações inimigas  4

A importância das comunicações via satélite na guerra foi demonstrada na invasão da Ucrânia pela Rússia, quando um ciberataque ao provedor de telecomunicações dos EUA, Viasat, resultou em modems de satélite que fornecem serviços de internet para milhares de clientes europeus, incluindo muitos na Ucrânia, sendo tirados do ar. Além disso, os satélites SpaceX Starlink têm sido uma particular irritação para a China, que está preocupada com a potencial ameaça representada por eles, o que levou o governo a desenvolver maneiras de destruí-los.

A cooperação internacional é fundamental para enfrentar as ameaças no espaço, especialmente em um mundo cada vez mais dependente de sistemas de satélite. A vigilância e a proteção dos sistemas espaciais são vitais para garantir a segurança global.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Erika Rodrigues
Erika Rodrigues
Sou repórter e redatora no Itshow. Já produzi diversas matérias como jovem repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, onde também fiz parte da equipe de apuração da Agência Record, abastecendo os principais jornais da casa, além do portal R7. Com dedicação e comprometimento, estou sempre em busca de novos desafios e oportunidades de crescimento em carreira.
Postagens recomendadas
Outras postagens