22 C
São Paulo
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Blockchain

Blockchain

O que é blockchain?

A tecnologia blockchain se trata de um banco de dados avançado que armazena registros de transações em blocos encadeados. Cada transação é registrada em um bloco e vinculada aos blocos anteriores, formando uma cadeia de blocos, daí o nome “blockchain”. Os ativos podem ser tangíveis (como casas, terrenos, dinheiro) ou intangíveis (patentes, marcas, direitos autorais). Ela é usada para garantir a segurança e a transparência das transações, pois é muito difícil alterar o registro de transações já armazenado, sendo necessário ter o consenso da rede. Ela é usada para aplicações como criptomoedas, contratos inteligentes e outras aplicações descentralizadas.

Como a blockchain funciona?

A blockchain conta com mecanismos complexos, mas, de um modo geral e bem simplificado, podemos dizer que ela funciona em quatro etapas.

Etapa 1 – Registro da transação

Quando uma transação é realizada, ela é registrada e encaminhada para a rede blockchain. Essas transações incluem transferências de criptomoedas, como o Bitcoin, Ethereum ou qualquer outro ativo digital, como propriedades, bens, etc. Podem ser registrados diversos detalhes incluindo data e local da transação, motivo para que ela ocorresse, quem estava envolvido, entre outros.

Etapa 2 – Consenso da rede

Antes de ser adicionada ao blockchain, a transação é verificada por nós especializados chamados de mineradores, que usam complexos algoritmos para garantir a autenticidade da transação. Esses mineradores também competem entre si para adicionar a transação ao próximo bloco, o que é conhecido como “prova de trabalho”.

Etapa 3 – Vinculação de blocos

Uma vez que a transação é verificada e adicionada ao blockchain, ela é vinculada ao bloco anterior, criando uma cadeia de blocos. Cada bloco contém informações sobre as transações anteriores, incluindo a data e hora, os envolvidos na transação e o volume do ativo trocado. Esses blocos recebem uma impressão digital conhecida como hash (um código matemático único) e, como os blocos são interligados em ordem cronológica, se alguém tentar fazer uma mudança, eles não são reescritos, apenas podem ser inseridos como uma nova transação e incluídos em um novo bloco de informações.

Etapa 4 – Compartilhamento do ledger

Como a blockchain consiste em uma rede distribuída, todos os nós na rede possuem uma cópia do livro-razão, ou ledger, que contém todas as informações sobre as transações realizadas na rede. Isso garante que a blockchain seja segura e descentralizada, sem a necessidade de um banco de dados centralizado ou intermediário.

Por que a tecnologia blockchain é importante?

A tecnologia blockchain tem grande importância pois permite que as transações sejam registradas de maneira segura e imutável em um banco de dados descentralizado. Isso significa que não há necessidade de intermediários confiáveis (como bancos) para realizar as transações financeiras, ela é capaz de registrar todas as transações de forma segura e transparente. Além disso, ela é resistente à fraudes, pois as transações são registradas em blocos e esses blocos são vinculados uns aos outros, tornando difícil a alteração ou exclusão de transações anteriores. Outro ponto que a torna importante é que ela pode ser usada em outras tecnologias como o bitcoin e outras criptomoedas, pois é através dela que as transações com essas moedas digitais são registradas e verificadas.

Como diferentes setores usam a blockchain?

A tecnologia blockchain pode ser utilizada em vários setores para registrar transações de forma segura e transparente. Abaixo mostramos alguns exemplos.

Financeiro

A blockchain é utilizada para registrar transações financeiras, permitindo que elas sejam verificadas e validadas de forma automatizada. Isso pode ajudar a reduzir os custos e aumentar a eficiência das transações financeiras. Um exemplo disso é o uso da blockchain no setor bancário para realizar empréstimos mais facilitados, eficientes no ponto de vista do custo, sem comprometer a segurança.  Em 2022, o Banco Santander Brasil concluiu a emissão de R$ 40 milhões em debêntures tokenizados relacionadas à Indigo, uma empresa líder no setor de gerenciamento de estacionamentos no Brasil. A operação foi gerenciada pela Vórtx DTVM e é mais um exemplo de grandes bancos brasileiros adotando a tecnologia blockchain, como é o caso de nomes conhecidos como BTG Pactual, Itaú e Banco do Brasil.

Varejo

No varejo, a blockchain pode ser usada para rastrear produtos ao longo da cadeia de suprimentos para que os varejistas e consumidores saibam exatamente de onde vieram. Ela também pode ser usada para processar pagamentos, criação de programas de fidelidade e recompensa, garantia de autenticidade de produtos, entre outras. A Walmart rastreia seus legumes frescos, carne e aves para identificar possibilidades de contaminação, realizando os recalls com maior precisão.

Industrial

As indústrias também podem se beneficiar do blockchain, rastreando ativos industriais, como maquinário e equipamentos, permitindo que as empresas saibam exatamente onde os ativos estão localizados e como eles estão sendo usados. Além disso, a tecnologia também pode ser utilizada para registrar informações sobre a qualidade dos produtos, garantindo que os clientes estejam comprando produtos de qualidade e ajudando as empresas a evitar problemas. Outro uso para esse setor são os smart contracts, que são os contratos automatizados que eliminam a necessidade de intermediários e tornam os processos mais eficientes e seguros. A General Eletric (GE) é um exemplo de caso de uso, pois já aplica a blockchain para usos industriais de diversas formas, inclusive para o monitoramento de dados de sensores em tempo real em uma turbina a gás, além de uma plataforma para realizar verificação formal e validação de contratos inteligentes, gerados automaticamente a partir de modelos prováveis. Conheça o projeto Blockchain+ da empresa.

Quais são os elementos e os pilares do blockchain?

Confira abaixo os principais elementos do blockchain:

  • Tecnologia de livro-razão distribuído – o livro-razão é o banco de dados onde todas as transações são registradas e armazenadas, formando uma cadeia de blocos que é imutável.
  • Registros imutáveis – uma vez registradas, as transações na blockchain são permanentes e não podem ser alteradas ou excluídas.
  • Contratos inteligentes – São programas que executam automaticamente as condições estabelecidas pelas partes envolvidas nas transações, sem a necessidade de intermediários.
  • Criptografia – é usada para proteger as informações contra acesso não autorizado e garantir a segurança das transações.

Quanto aos pilares do blockchain, podemos citar:

  • Descentralização – por conta da descentralização, não há um único ponto de falha ou autoridade central.
  • Segurança – é projetado para ser seguro e resistente a fraudes, ataques e outras formas de violação de dados.
  • Transparência e livre acesso – as transações são registradas publicamente e podem ser verificadas por qualquer pessoa na rede.

Qual é a importância do blockchain para as empresas?

O blockchain pode ser utilizado para pessoas físicas ou jurídicas. No caso das empresas, que dependem de informações objetivas, rápidas e exatas, a cadeia de blocos pode fornecer o compartilhamento dos dados com total transparência, mantendo-os armazenados em um livro-razão confiável e que não muda, sem abrir mão da segurança, pois pode ser acessado apenas por pessoas da rede autorizada.  Além disso, essa tecnologia oferece benefícios como redução de custos através da eliminação de intermediários, automatização de processos através de contratos inteligentes, rastreabilidade de produtos em toda a cadeia de suprimentos e oportunidades de inovação e novos modelos de negócios emergentes.  Entre as consequências do uso do blockchain, podemos citar: aumento da confiança por parte dos clientes, otimização da eficiência operacional, melhora da colaboração e comunicação com fornecedores e parceiros de negócios, além de maior proteção de ativos críticos.  Pode-se dizer, portanto, que essa tecnologia é revolucionária e pode trazer benefícios significativos para as empresas de vários setores.