27.8 C
São Paulo
sábado, junho 15, 2024

Aplicações Enterprise

Web application firewall: proteja aplicativos Web

Os firewalls de aplicativos da Web (WAFs) são uma ferramenta importante para proteger os aplicativos da Web contra ataques mal-intencionados. Um WAF é um...

Akamai CDN: Como funciona uma CDN e quais suas vantagens

Akamai CDN é uma rede de entrega de conteúdo (CDN) projetada para melhorar o desempenho e a velocidade do conteúdo da web. Ele funciona...

Aplicações Enterprise

O que são soluções enterprise?

As soluções enterprise são softwares, programas ou sistemas operacionais construídos por empresas de tecnologia que podem ser aplicados em grande escala para otimizar o cotidiano das empresas. Geralmente, eles contam com recursos avançados e personalizáveis para se adaptar às demandas das organizações. Essas ferramentas são capazes de unificar dados e integrar sistemas de gestão, permitindo que ocorra a centralização do negócio em um só lugar. Alguns exemplos dessas soluções são: software de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM), gerenciamento de recursos humanos (ERP), gestão de projetos e inteligência de negócios. Entre os benefícios da implantação dessa tecnologia podemos citar o aumento da produtividade, a escalabilidade, histórico de dados trocados entre equipes e departamentos, backup de dados, níveis avançados de segurança e suporte, integração a outras ferramentas e personalização. As soluções enterprise têm sido cada vez mais requisitadas, uma vez que modelos de trabalho remoto e coworking estão ganhando espaço no mercado. Isso porque elas permitem que os colaboradores utilizem as mesmas ferramentas no escritório ou em outros locais em que estiverem, tornando-se uma ferramenta funcional e importante para os dias atuais.

Como é a arquitetura de um software enterprise?

A arquitetura de software se trata da organização do sistema, ou seja, o que há por trás do funcionamento da aplicação. Ela estabelece as principais decisões do projeto para definir quais serão as funções e características, e como elas devem funcionar entre si e com outros sistemas também. Escolher a arquitetura não é uma decisão simples. É preciso avaliar fatores como qualidade, facilidade de manutenção e escalabilidade, entre outros. Por isso, existem vários padrões e princípios que podem ser usados nos sistemas e eles podem inclusive combinar padrões para formar um sistema completo. Um exemplo muito usado para soluções enterprise é a arquitetura com modelo em três camadas:

  • Camada de apresentação – é responsável por fornecer uma interface para os usuários finais interagirem com o sistema. É nesta camada que podem ser incluídos elementos como interface que será exibida para o usuário, os formulários e relatórios;
  • Camada de negócios – tem como objetivo gerenciar as regras de negócios e a lógica do sistema. Ela inclui as tarefas como administração de processos de negócios, validação de dados e comunicação com outras partes do sistema;
  • Camada de dados – como o nome já indica, ela gerencia os dados do sistema, incluindo armazenamento, recuperação e manipulação de dados. Inclui bancos de dados, sistemas de armazenamento de arquivos e outras ferramentas de gestão de dados.

Esse modelo é muito usado em sistemas corporativos com base na Web, e não é à toa. Ele permite que cada camada seja executada em um sistema operacional e plataforma de servidor específicos, adaptando-se melhor às suas necessidades funcionais. Por exemplo, um servidor web, servidor de aplicativos e servidor de banco de dados podem ser usados individualmente.  Cada camada é executada em pelo menos um hardware de servidor dedicado ou servidor virtual, permitindo que os serviços de cada camada sejam personalizados e otimizados sem afetar as outras camadas. Desse modo, fica mais fácil realizar modificações sem comprometer todo o sistema, além de ter baixos custos de disponibilização.

Quais as principais vantagens? Se você ainda não conhece as vantagens das soluções especificamente voltadas para empresas, não tem problema. Nós separamos as principais e explicamos um pouco sobre cada uma delas:

Escalabilidade e personalização

Poder suportar os grandes volumes de dados e usuários é uma vantagem importante, ainda mais considerando que as organizações costumam ter muitos colaboradores em diversos setores e unidades. Além disso, o desenvolvimento de serviços personalizados e softwares específicos também atendem às necessidades específicas das empresas.

Ferramentas para trabalho remoto

O trabalho remoto tem ganhado popularidade e as empresas necessitam de soluções que sejam compatíveis com o acesso em locais que não sejam a sede da empresa. Ao utilizar essas ferramentas corporativas, os colaboradores podem ter acesso aos sistemas de dados e informações que sejam necessárias, além de funcionalidades como sistemas de ramais móveis, reuniões em videoconferência, entre outros.

Segurança

As corporações costumam realizar grandes transações financeiras e movimentar dados de clientes e parceiros, portanto, precisam de sistemas que possam resguardar as informações e comunicações realizadas digitalmente. As aplicações enterprise costumam oferecer recursos como criptografia de dados, autenticação de usuários, além da realização de backups.

Comunicação entre unidades

As empresas precisam de um meio eficiente e seguro entre as unidades para que, de modo organizado, possam se comunicar e evitar contradições ou decisões contraprodutivas, tornando o diálogo entre unidades, filiais e central ou entre os gestores de setores diversos, essencial.

O que é Enterprise Application Integration (EAI)?

Enterprise Application Integration (EAI) é um conjunto de técnicas e ferramentas utilizadas para integrar diferentes aplicativos empresariais, com o objetivo de tornar a comunicação entre eles mais eficiente e permitir que os dados sejam compartilhados e acessados de forma consistente. Isso permite que as empresas possam usar os aplicativos que já possuem, ao mesmo tempo em que adicionam novos, sem precisar refazer toda a infraestrutura de TI. Levando em consideração que as empresas contam cada vez mais com um número maior de soluções, é importante que elas se conectem e facilitem os procedimentos.

Como a integração de aplicações aumenta a produtividade?

Ainda em dúvida sobre esse tipo de integração? Saiba que, ao ser feito esse processo, é possível obter mais produtividade a partir de diversos aspectos. Para começar, podemos citar a automação de tarefas. Os sistemas podem conversar entre si e realizar o compartilhamento das informações, reduzindo tarefas manuais e, consequentemente, economizando tempo e evitando falhas. Além disso, os usuários podem acessar informações diferentes em apenas um local, em tempo real, fazendo com que a tomada de decisão seja mais eficiente e rápida. As equipes e departamentos podem colaborar de forma otimizada, compartilhando informações de maneira mais simples. Outro ponto relevante é que, ao integrar diferentes plataformas, dependendo das atividades realizadas, é possível reduzir a necessidade de entrar com informações múltiplas vezes e, assim, reduzir a redundância de dados. As organizações ainda contam com a vantagem de aproveitar as funcionalidades de diferentes sistemas, sem a necessidade de substituir completamente os que já existem. Por fim, mas não menos importante, a integração de aplicativos também tem como benefício possibilitar que dados sejam compartilhados entre os sistemas, de modo que exista mais precisão, velocidade e a eficiência de processos de negócios. Com a gestão facilitada, as equipes podem se dedicar mais às tarefas estratégicas, aumentando até mesmo a possibilidade de surgirem ideias inovadoras e originais para produtos, serviços e processos.