22.8 C
São Paulo
sábado, fevereiro 24, 2024
InícioLiderança de TICarreira em TIRevolução em Cibersegurança no Brasil: iniciativa “Hackers do Bem” planeja capacitar 30...

Revolução em Cibersegurança no Brasil: iniciativa “Hackers do Bem” planeja capacitar 30 mil profissionais até 2025

O Brasil está assumindo um papel significativo na cibersegurança com o lançamento do programa “Hackers do Bem”. Coordenado pela Softex e executado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com o Senai-SP, o programa visa formar mais de 30 mil profissionais em cibersegurança até 2025, graças a um investimento de R$ 32,6 milhões provenientes da Lei de TICs.

A iniciativa foi anunciada pelo Secretário de Ciência e Tecnologia para a Transformação Digital do MCTI, Henrique Miguel, em Brasília, nesta segunda-feira (22), que enfatizou a necessidade de fortalecer a área de cibersegurança no Brasil e investir na formação profissional contínua para garantir um ambiente virtual seguro e confiável.

Imagem gerada por inteligência artificial.

O programa “Hackers do Bem” é voltado para estudantes de ensino técnico, médio e superior, profissionais de tecnologia em busca de especialização e aqueles que desejam mudar de carreira. O treinamento incluirá aulas ao vivo, exercícios teóricos e práticos, com a utilização de simuladores, vídeos e outros recursos desenvolvidos conjuntamente pela RNP e o Senai-SP, referências na formação de profissionais de tecnologia da informação e comunicação.

No país, mais de 300 mil vagas em cibersegurança permanecem não preenchidas devido à falta de profissionais qualificados na área, segundo o diretor-adjunto de Cibersegurança da RNP, Emilio Nakamura. “O programa ‘Hackers do Bem’, além de desenvolver competências em cibersegurança, estabelece mecanismos de integração dos ecossistemas de ensino, pesquisa, inovação e segurança da informação”, destacou.

Imagem gerada por inteligência artificial.

Mas o objetivo do programa vai além de simplesmente formar profissionais. O “Hackers do Bem” pretende construir um hub nacional de cibersegurança, integrando instituições como Governo, reguladores, empresas e startups para impulsionar a indústria de segurança cibernética no país.

Ana Oliveira, analista de qualidade da Softex, vê o programa como um meio para diminuir a falta de profissionais da área, além de ajudar a construir uma indústria nacional de segurança cibernética inovadora. “O “Hackers do Bem” vem para colaborar com a construção de uma indústria que apoia pesquisas e produções científicas, que retém especialistas e aposta no reforço constante da cibersegurança no país”, explicou.

Essa iniciativa inovadora promete mudar a paisagem da cibersegurança no Brasil, proporcionando educação de qualidade, formando profissionais especializados e estabelecendo um ecossistema robusto para o desenvolvimento e inovação constantes na área. 

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Erika Rodrigues
Erika Rodrigues
Sou repórter e redatora no Itshow. Já produzi diversas matérias como jovem repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, onde também fiz parte da equipe de apuração da Agência Record, abastecendo os principais jornais da casa, além do portal R7. Com dedicação e comprometimento, estou sempre em busca de novos desafios e oportunidades de crescimento em carreira.
Postagens recomendadas
Outras postagens