17.6 C
São Paulo
sexta-feira, junho 21, 2024
InícioCibersegurançaCloud SecuritySegurança cibernética: o que é e como proteger seus dados

Segurança cibernética: o que é e como proteger seus dados

Os danos que os crimes cibernéticos podem infligir a uma organização são diversos. Eles podem roubar dados, manipulá-los e usá-los para seus próprios propósitos. Na pior das hipóteses, eles poderiam destruir os dados da empresa e derrubar toda a sua operação.

Os ataques de ransomware e DDoS aumentaram, assim como o valor dessas invasões às empresas. Esse é o maior desde que a IBM começou a rastreá-lo em seu relatório anual Cost of Data Breach, com o ataque médio de ransomware custando US$ 4,62 milhões. Com esse crescimento fenomenal, as empresas estão investindo na adaptação à transformação digital e a segurança cibernética se tornou mais importante do que nunca.

Apesar das empresas aumentarem seus orçamentos de segurança cibernética, muitas ainda não estão totalmente preparadas para interromper ataques cibernéticos. O custo desses ataques pode ir muito além do resgate.

Nesta postagem do blog, discutiremos os fundamentos da segurança cibernética e como você pode proteger seus dados pessoais contra possíveis ameaças. Abordaremos sobre como entender os diferentes tipos de ameaças cibernéticas e como elas funcionam, práticas recomendadas para proteger seus dados online e dicas de como se tornar um analista de segurança cibernética.

  1. Segurança cibernética: o que é?
  2. Qual a importância da Segurança Cibernética?
  3. Marco Civil da Internet
  4. Tipos de ameaças de segurança cibernética
  5. Segurança cibernética x Segurança da informação
  6. Principais diretrizes de segurança cibernética
  7. Como se tornar um analista de segurança cibernética
  8. Responsabilidades do analista de segurança cibernética

Segurança cibernética: o que é?

A segurança cibernética é um ramo da ciência da computação que lida com a proteção de informações contra acesso, uso ou divulgação não autorizada. Inclui todos os métodos e técnicas usados ​​para proteger dados e dispositivos digitais.

A cibersegurança pode ser classificada em dois tipos: cibersegurança preventiva e cibersegurança detetiva.

  • A segurança cibernética preventiva visa à prevenção de ataques cibernéticos antes que eles os provoquem, implementando medidas de proteção, como firewalls , software antivírus ou outros sistemas de segurança.
  • A cibersegurança detectiva visa à detecção de um ataque depois que ele ocorreu, a fim de mitigar os danos causados ​​por ele.
Um homem sentado de costas, planejando ataques cibernéticos complexos com vários computadores.

Qual a importância da Segurança Cibernética?

Como citamos acima, os ataques cibernéticos tornaram-se cada vez mais comuns e os custos desses ataques podem ser devastadores. É essencial garantir que todos os sistemas estejam devidamente protegidos contra possíveis ameaças, pois qualquer violação pode levar à perda de dados pessoais, prejuízos ou perdas financeiras.

A segurança cibernética é importante para proteger não apenas os ativos comerciais, mas também os dados pessoais dos clientes e informações pessoais. As empresas devem investir em sistemas operacionais seguros e em tecnologias seguras para proteger suas redes de agentes mal-intencionados. Ao tomar medidas para garantir a segurança cibernética, as empresas podem se proteger de possíveis ameaças e manter suas operações funcionando sem problemas.

Símbolo de cadeado com códigos diferentes, representando a segurança cibernética de maneira visual.

Marco Civil da Internet

O Marco Civil da Internet é um conjunto de ações desenvolvidas para ajudar a proteger a segurança e a proteção dos usuários na internet. Ele fornece orientação para empresas, organizações e indivíduos sobre como criar um ambiente online seguro.

A estrutura promove o respeito pelos direitos humanos, incentiva o comportamento responsável de usuários e organizações, e fornece orientação sobre como lidar com conteúdo online que seja ilegal ou prejudicial. Ele também descreve as responsabilidades de empresas, organizações e indivíduos para garantir que suas atividades não causem danos ou violência como leis. A estrutura incentiva a colaboração entre as partes interessadas, a fim de garantir uma experiência segura na Internet para todos os usuários.

Globo Mundial cercado por barreiras de aço e protegido por árvores, representando o significado da Segurança Cibernética.

Tipos de ameaças de segurança cibernética

É importante estar ciente dos diferentes tipos de ameaças de segurança cibernética e como se proteger delas.

Os tipos mais comuns de ameaças cibernéticas incluem ataques de phishing, ataques de malware, ataques de ransomware, sites maliciosos, violação de dados e ataques de engenharia social. Cada tipo de ataque tem suas próprias características únicas, o que torna importante que indivíduos e empresas entendam o que estão lidando para tomar as medidas necessárias para proteger seus dados. Além disso, as organizações também devem ter políticas em vigor que lhes permitem responder de forma rápida e eficaz quando uma ameaça é detectada. A seguir, veja outros tipos de ameaças de segurança cibernética.

engenharia social

A engenharia social é um tipo de ataque cibernético que se baseia na manipulação de pessoas para que revele informações avançadas ou concedam acesso a áreas restritas. É uma forma de terapia psicológica que pode ser usada para obter acesso a informações eficazes, como senhas e números de cartão de crédito, ou para obter acesso físico a áreas restritas. Os ataques de redes sociais geralmente são controlados por e-mail, telefonemas, mensagens de texto e outras formas de comunicação.

Os cibercriminosos usam técnicas de engenharia social para explorar as fraquezas humanas a fim de obter informações ou sistemas eficazes. Os invasores também podem usar táticas de engenharia social como parte de campanhas maiores destinadas a roubar dados ou interromper operações.

Ameaças internas

Ameaças internas podem vir de agentes mal-intencionados, como funcionários insatisfeitos ou hackers, ou de ações acidentais, como funcionários clicando em e-mails de phishing ou permitindo dados expostos expostos. É essencial que as empresas tenham medidas para identificar e mitigar esses riscos antes que eles se tornem um problema. Isso inclui a implementação de políticas que limitam o acesso a dados, a realização de auditorias de segurança regulares e o treinamento de funcionários sobre as melhores práticas de segurança cibernética. 

Ameaça persistente avançada

Ameaça Persistente Avançada (APT) é um tipo de ataque cibernético projetado para permanecer no sistema por um longo período de tempo sem ser detectado. É um ataque altamente sofisticado e direcionado que pode ser usado para obter acesso a dados ou redes, interromper operações comerciais e até mesmo causar danos físicos.

APTs geralmente são lançados por grupos criminosos organizados ou estados-nação com a intenção de capturar informações ou interromper as operações comerciais. Para se proteger contra essas ameaças, as organizações devem ter medidas de segurança abrangentes, como firewalls, sistemas de detecção de intrusão e software antivírus. Além disso, é importante que as organizações monitorem regularmente suas redes em busca de qualquer atividade suspeita e respondam rapidamente se alguma atividade maliciosa for identificada.

Caveira com fios em volta ilustrando ameaças cibernéticas, Ilustração do alerta de segurança cibernética.

Segurança cibernética x Segurança da informação

Segurança cibernética e segurança da informação são dois termos frequentemente usados ​​de forma intercambiável, mas com significados diferentes. A principal diferença entre a segurança cibernética e a segurança da informação é que a primeira se concentra em proteger a tecnologia, enquanto a segunda se concentra em proteger os dados e informações armazenadas nessas tecnologias.

Uma imagem que mostra o ataque e a segurança cibernética, demonstrando o quanto é importante para a proteção digital.

Principais diretrizes de segurança cibernética

A segurança cibernética é um aspecto importante de qualquer negócio e é essencial ter um conjunto de diretrizes para proteger sua organização contra ataques mal-intencionados.

Essas diretrizes devem incluir proteção por senha, criptografia de dados e proteção contra malware. Além disso, deve incluir medidas para identificar e responder a possíveis ameaças à segurança. Ao aderir a essas diretrizes, as empresas podem minimizar o risco de um ataque cibernético e garantir que seus dados sejam garantidos.

Antivírus

O software de antivírus é uma das ferramentas mais importantes para proteger um computador contra ataques maliciosos. Ele pode detectar e remover vírus, spyware, worms, cavalos de Tróia e outras formas de malware que podem causar danos ao seu sistema ou roubar informações úteis. O software antivírus também ajuda a proteger contra ataques de phishing, identificando sites mal-intencionados antes que eles possam infectar seu computador. Com o programa de antivírus certo instalado em seu sistema, você pode ter certeza de que seus dados estão protegidos contra criminosos cibernéticos.

Proteção a IoT

A Internet das Coisas (IoT) revolucionou a maneira como vivemos nossas vidas. Ele nos trouxe liberdade e tornou nossas vidas mais eficientes. No entanto, esta tecnologia também vem com seus próprios riscos. Para garantir que os dispositivos de IoT sejam seguros e protegidos, é importante ter medidas eficazes de proteção de IoT.

Essas medidas incluem protocolos de segurança, sistemas de autenticação, técnicas de criptografia e outras estratégias para proteger dispositivos IoT contra ataques maliciosos. Também é importante manter o software e o firmware desses dispositivos atualizados regularmente, a fim de evitar que possíveis vulnerabilidades sejam exploradas por hackers. Com as medidas de proteção corretas em vigor, as empresas podem garantir que seus dados permaneçam seguros e protegidos o tempo todo.

VPN

Uma rede privada virtual (VPN) é um túnel seguro entre dois ou mais dispositivos que permite aos usuários enviar e receber dados em redes públicas como se seus dispositivos de compatibilidade estejam conectados diretamente à rede privada. Ele fornece uma camada de segurança e privacidade ao criptografar todos os dados que passam pelo túnel VPN. Como as VPNs estão se tornando cada vez mais populares para indivíduos que desejam proteger sua privacidade online, desbloquear sites e acessar conteúdo com restrição geográfica. As empresas também podem usar VPNs para conectar funcionários remotos com segurança e manter uma comunicação segura entre os escritórios.

Um mapa 3D do mundo, mostrando as cidades globais e suas redes deSegurança cibernética.

Como se tornar um analista de segurança cibernética

Os analistas de segurança cibernética são responsáveis por proteger a rede e os dados de uma organização contra ataques maliciosos. Eles usam uma variedade de ferramentas e técnicas para detectar, analisar e responder a possíveis ameaças. Para se tornar um analista de segurança cibernética, é necessário entender as redes de computadores, bem como ter a capacidade de analisar dados e identificar vulnerabilidades de segurança. Além disso, é essencial que eles se mantenham atualizados com as mais recentes tecnologias e ameaças cibernéticas.

Responsabilidades do analista de segurança cibernética

O papel de um analista de segurança cibernética é identificar, analisar e responder a ameaças de segurança nas redes e sistemas de uma organização. Eles devem ter experiência em avaliar riscos potenciais, compreender os desenvolvimentos mais recentes em tecnologia de segurança cibernética e desenvolver estratégias para mitigar esses riscos. Os analistas de segurança cibernética são responsáveis por garantir que as redes de sua organização estejam protegidas contra acesso não autorizado e ataques maliciosos. Isso inclui monitorar a atividade da rede, identificar vulnerabilidades, implantar medidas de segurança, como firewalls e sistemas de detecção de intrusão, responder a incidentes, realizar testes de penetração e treinar a equipe nas melhores práticas de segurança cibernética.

Um profissional de segurança cibernética sério monitorando as atividades de cibersegurança.

Conclusão

A segurança cibernética é um campo em constante evolução que requer vigilância e atenção constantes. Com o aumento da quantidade de dados armazenados e compartilhados online, é essencial que as empresas tenham um sistema de segurança robusto. Esta postagem de blog discute a importância da segurança cibernética e como as empresas podem se proteger contra ataques mal-intencionados. Também discute o uso de ferramentas de segurança cibernética, como firewalls, software antivírus, criptografia e outras medidas para garantir que seus dados sejam garantidos.

Podemos concluir também que, a implantação de uma segurança Zero Trust é uma das melhores soluções para as empresas, já que é um modelo de proteção de rede baseada em um rigoroso processo de verificação de identidade e sua estrutura estabelece que apenas usuários e dispositivos autenticados e autorizados podem acessar os dados e aplicações.

Além disso, em 2021, o número de empresas que adotaram o modelo de segurança Zero Trust cresceu exponencialmente. Isso ocorre porque a abordagem clássica para a segurança corporativa não é mais viável e as empresas devem ajustar suas defesas para melhor se adaptarem às necessidades de usuários, aplicações e dados na nuvem.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Marcio Montagnani
Marcio Montagnani
Especialista em Desenvolvimento de Negócios e Empreendedor, com mais de 15 anos de experiência na área de TI e Telecom, atualmente vem impulsionando o crescimento de negócios por meio de planejamento estratégico e soluções inovadoras. Buscando a excelência em todos os empreendimentos.
Postagens recomendadas
Outras postagens