17.6 C
São Paulo
segunda-feira, maio 27, 2024
InícioCibersegurançaElite do setor de saúde discute sobre novo padrão em cibersegurança no...

Elite do setor de saúde discute sobre novo padrão em cibersegurança no comitê saúde blindada

A reunião do comitê da pesquisa “Saúde Blindada” que aconteceu na última quinta-feira (18) marcou um momento significativo no setor de cibersegurança na área da saúde. 

A iniciativa, liderada por Leandro Ribeiro, gerente de segurança da informação do Hospital Sírio-Libanês, em parceria com o Itshow, reflete um esforço conjunto para aprimorar as práticas de segurança e infraestrutura digital em instituições de saúde.

O comitê Saúde Blindada visa aprimorar a cibersegurança e preparar o lançamento da pesquisa promovida pelo Itshow. O encontro, patrocinado pela Exbiz e com as soluções da Akamai, destacou a necessidade crítica de estratégias robustas para proteger informações sensíveis contra as crescentes ameaças digitais.

O objetivo do comitê “Saúde Blindada” era coletar e discutir esses dados qualitativos com os resultados preliminares da pesquisa, proporcionando uma plataforma para que os profissionais de saúde compartilhassem suas experiências e insights. Essa troca de informações é essencial para enriquecer a parte qualitativa da pesquisa e contribuir com a cibersegurança no setor.

Concorra ao Prêmio Saúde blindada participando da pesquisa: https://lp.itshow.com.br/saude-blindada

cibersegurança na saúde
Evento reuniu especialistas para discutir cibersegurança na saúde e lançar a pesquisa “Saúde Blindada”

Premiação e reconhecimento em cibersegurança

Durante a reunião, foi anunciado o prêmio “Saúde Blindada”, que reconhecerá os esforços dos executivos de TI que mais contribuíram para a segurança cibernética no setor. Os interessados em concorrer ao prêmio devem participar da pesquisa, cujos resultados finais serão revelados em uma cerimônia especial após seu lançamento. “Esta iniciativa não apenas celebra as conquistas, mas também incentiva uma cultura de segurança proativa”, explicou Pedro Carnevalli, COO do Itshow.

Perspectivas dos executivos e especialistas

Na abertura do encontro, Leandro Ribeiro, CISO do Hospital Sírio-Libanês, destacou a importância crescente de medidas de segurança robustas no setor da saúde. Diante de uma plateia composta por líderes e especialistas em tecnologia da informação de todo o Brasil, Ribeiro ressaltou: “Estamos aqui não apenas para discutir as tecnologias de ponta e as práticas emergentes, mas para moldar o futuro da cibersegurança em um dos setores mais críticos da nossa sociedade.

Executivos de renome, como Cassio Menezes da Amil e Claudio Bernardo da Hypera, compartilharam suas experiências e estratégias para integrar soluções de segurança eficazes. Menezes destacou a importância de um “Protection Level Agreement” que alinha a segurança com as estratégias de negócios, enquanto Bernardo ressaltou a necessidade de ferramentas atualizadas e equipes capacitadas para monitorar e analisar a segurança.

Nancy Mitiko Abe, ex-diretora de TI do Grupo NotreDame Intermédica, discutiu como o planejamento e a comunicação clara são essenciais para a aprovação de orçamentos de segurança. “A transparência com o conselho diretivo e a demonstração clara do ROI de investimentos em segurança são cruciais para obter suporte contínuo”, comentou Abe.

cibersegurança na saúde
A iniciativa de Leandro Ribeiro reflete um esforço conjunto para aprimorar as práticas de segurança e infraestrutura digital em instituições de saúde.

Resultados parciais da pesquisa Saúde Blindada

Um aspecto crucial discutido foi a metodologia da pesquisa, que visa fornecer dados valiosos para os gestores de TI e segurança da informação apresentarem aos conselhos administrativos. 

As quatro sessões principais da pesquisa focam em contexto atual, capacitação de talentos, transformação digital, e uma visão de futuro, com especial atenção ao orçamento e investimentos em segurança.

Os resultados preliminares indicaram uma preocupante falta de preparo em muitas instituições, com 46% dos incidentes não mapeados e 7,4% das organizações afetadas por ransomware, sublinhando a necessidade de uma estratégia de segurança mais robusta e proativa. 

O evento também serviu como uma plataforma para encorajar a participação na pesquisa, enfatizando a importância de um maior engajamento para refinar a compreensão dos riscos e desenvolver soluções eficazes.

Concorra ao Prêmio Saúde blindada participando da pesquisa: https://lp.itshow.com.br/saude-blindada

Por fim, a pesquisa “Saúde Blindada” visa chamar à ação os líderes do setor de saúde para entenderem e reforçarem suas práticas de cibersegurança. Com o apoio de especialistas e empresas inovadoras, espera-se que o setor avance significativamente em suas capacidades de prevenção e resposta a incidentes cibernéticos, garantindo assim a segurança de seus sistemas e a confiança de seus pacientes.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens