17.4 C
São Paulo
quinta-feira, junho 20, 2024
InícioCloudMídia brasileira na nuvem: Globo migra canais de TV por assinatura com...

Mídia brasileira na nuvem: Globo migra canais de TV por assinatura com Google Cloud

A gigante da mídia brasileira, Globo, completa dois anos de uma parceria de co-inovação com o Google Cloud, que tem impulsionado sua jornada de transformação digital. O processo de migração para a nuvem, que teve início em 2021, agora entra em uma nova fase ao abranger também os canais de TV por assinatura da empresa. Essa etapa representa um marco significativo na estratégia da Globo para a “cloudification”, com todos os sistemas de automação, exibição e comunicação visual desses canais operando na nuvem, de forma independente da central técnica no Rio de Janeiro.

O primeiro canal a migrar para a nuvem foi o Modo Viagem, em abril deste ano. Em seguida, em maio, foi a vez do Canal Brasil e do Futura. A emissora planeja migrar mais 13 canais de TV por assinatura para a nuvem até o final deste ano, e o processo continuará até 2025.

globo 1
Imagem gerada por inteligência artificial.

A migração para a nuvem traz uma série de vantagens para a Globo. Raymundo Barros, diretor de Estratégia e Tecnologia da empresa, destaca o ganho de eficiência proporcionado pelo uso da computação em nuvem. Essa transição permite o lançamento ágil de canais temáticos, sazonais ou sob demanda, melhorando diretamente a experiência do usuário ao oferecer conteúdos cada vez mais segmentados e inovadores. Além disso, a mudança para a nuvem permite que a emissora abandone uma arquitetura de TI pesada, resultando em economia de investimentos complementares em eletricidade e refrigeração, ao mesmo tempo em que aumenta a flexibilidade e escalabilidade.

Gilberto Castañon, diretor de Distribuição de Conteúdo da Globo, explica que o sistema de “playout”, que consiste na sequência de conteúdos que compõem a grade de programação, agora é gerenciado inteiramente via Google Cloud. Isso elimina a necessidade de servidores físicos, infraestrutura de matriz e outros elementos físicos, simplificando e agilizando o processo de distribuição de conteúdo.

Essa parceria tem como objetivo otimizar a infraestrutura tecnológica da empresa e gerar novas oportunidades de negócios por meio de uma plataforma escalável. Milena Leal, diretora de Negócios do Google Cloud no Brasil, ressalta que a colaboração visa ajudar empresas de mídia e entretenimento em todo o mundo a transformar as experiências do público por meio da inovação na produção, distribuição, engajamento do cliente e monetização de conteúdo.

globo 3 1
Imagem gerada por inteligência artificial.

Nessa etapa de migração para a nuvem, a Globo conta com o suporte de dois parceiros importantes além do Google Cloud: a Harmonic, para a solução de exibição, e a Aveco, para o sistema de automação. Essas empresas desenvolveram produtos específicos para atender às necessidades da emissora, demonstrando o compromisso da empresa em criar um ecossistema único e robusto para seus canais de TV por assinatura.

A migração dos canais de TV por assinatura da emissora para a nuvem representa um avanço significativo na transformação digital da empresa. Ao aproveitar os benefícios da computação em nuvem, a Globo está impulsionando a inovação, aumentando a eficiência operacional e proporcionando uma experiência aprimorada aos usuários. 

Com informações da Forbes Brasil.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Erika Rodrigues
Erika Rodrigues
Sou repórter e redatora no Itshow. Já produzi diversas matérias como jovem repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, onde também fiz parte da equipe de apuração da Agência Record, abastecendo os principais jornais da casa, além do portal R7. Com dedicação e comprometimento, estou sempre em busca de novos desafios e oportunidades de crescimento em carreira.
Postagens recomendadas
Outras postagens