17.4 C
São Paulo
quinta-feira, junho 20, 2024
InícioCibersegurançaGestão de AcessoRansomware: como funciona e como evitá-lo

Ransomware: como funciona e como evitá-lo

Atualmente a segurança online não é apenas uma preocupação de grandes organizações, mas também de usuários domésticos e pequenas empresas: segundo uma pesquisa da Kaspersky Lab, o Brasil é considerado líder em ataque ransomware (sequestro de dados) e por esse motivo deixamos neste artigo dicas para você garantir a segurança cibernética de seus arquivos pessoais e evitar um possível ataque.

  1. O que é ransomware?
  2. Como ocorre o ataque de ransomware?
  3. Quais tipos de ransomware existem?
  4. Detectando um ransomware
  5. Sofri um ataque ransomware, o que faço?

O que é ransomware?

Ransomware é um tipo de software malicioso usado por cibercriminosos para criptografar arquivos e dados, e requer um resgate em troca de sua liberação. É uma das formas mais comuns de ataque cibernético , com os invasores usando-o para abrir arquivos criptografados, atingindo indivíduos, empresas e organizações governamentais. O ransomware pode ser reforçado por meio de anexos de e-mail, sites maliciosos ou até mesmo explorando vulnerabilidades de segurança em aplicativos existentes. Uma vez instalado em um sistema operacional, o ransomware pode criptografar documentos e arquivos importantes e impedir que os usuários acessem até que paguem o resgate exigido pelo invasor.

Imagem de computador com alerta de ameaça de Ransomware, exigindo pagamento de resgate pelo sequestro de dados digital.
Ransomware: como funciona e como evitá-lo 5

Como ocorre o ataque de ransomware? 

O ataque geralmente começa com um invasor enviando um e-mail contendo um link ou anexo e arquivos infectados. O destinatário clica no link ou baixa o arquivo, protegendo a infecção por ransomware em seu sistema de computador. Uma vez instalado, o ransomware criptografa dados e arquivos importantes e exige pagamento para desbloqueá-los. Se o usuário não pagar, seus dados podem ser perdidos para sempre.

Os ataques de ransomware podem ter consequências devastadoras para empresas e indivíduos, por isso é importante tomar medidas para se proteger dessas ameaças. Isso inclui atualizar regularmente seu software de segurança e usar senhas fortes para todas as contas.

Uma imagem de um bicho com dentes afiados simbolizando um Ransomware, uma forma de malware que mina os computadores.
Ransomware: como funciona e como evitá-lo 6

Quais tipos de ransomware existem?

Existem dois tipos de ransomware .

  • Ransomware Locker: Impede que você consiga acessar o equipamento infectado.
  • Crypto Ransomware: impede que você consiga acessar as informações armazenadas no equipamento infectado, usando a criptografia.

Além de infectar seu dispositivo , o ransomware pode encontrar e criptografar outros dispositivos locais ou em rede.

Homem espantado com computador destruído por Ransomware.
Ransomware: como funciona e como evitá-lo 7

Detectando um ransomware

Com o número crescente de ataques cibernéticos, é importante detectar um ransomware antes que ele possa causar qualquer dano. A maneira mais eficaz de detectar um ataque de ransomware é ter um sistema de segurança atualizado. Isso inclui ter um firewall , software antivírus e outras medidas de segurança que podem ser usadas para ajudar a prevenir ataques cibernéticos no computador da vítima. Além disso, é importante estar ciente de qualquer atividade suspeita em sua rede ou computador, como e-mails ou pop-ups inesperados. Se você notar algo fora do comum, entre em contato com seu departamento de TI imediatamente, pois isso pode indicar um possível ataque de ransomware.

Fique atento aos alarmes do antivírus

É importante ficar de olho nos alarmes do antivírus para garantir que seu computador esteja protegido contra ataques de ransomware. O software de antivírus pode detectar atividades suspeitas e alertá-lo quando detectar uma ameaça em potencial. Ficar de olho nos alarmes de antivírus pode ajudá-lo a proteger seus dados de agentes mal-intencionados e manter sua empresa protegida contra ataques de ransomware.

Verifique a extensão e os nomes dos arquivos

Para proteger seus dados de possíveis ataques de ransomware, é importante verificar a extensão do arquivo e o nome de cada arquivo que você baixa ou abre. Criptografar arquivos também conta como uma forma válida de prevenir que tenha seu computador infectado. Ao fazer isso, você pode garantir que nenhum arquivo malicioso seja baixado ou aberto em seu computador. 

Verifique se houve aumento da atividade da CPU e do disco 

Para proteger sua organização de ataques, é importante verificar o aumento da atividade da CPU e do disco. Essa atividade geralmente é um sinal de que o ransomware está se infiltrando em seu sistema e está criptografando seus dados. É essencial detectar essas atividades antes que causem danos à sua infraestrutura de TI.

Ao monitorar a atividade da CPU e do disco, você pode identificar picos incomuns no uso que podem indicar um ataque. Além disso, você também pode procurar processos ou arquivos suspeitos que podem ter sido criados por ransomware. Ao fazer isso, você pode agir rapidamente para evitar que mais danos sejam causados ​​pelo ataque.

Fique atento nas comunicações de rede duvidosas

É importante estar ciente de qualquer atividade incomum em sua rede, como e-mails inesperados, mensagens de fontes desconhecidas, ou mudanças repentinas nos tamanhos ou tipos de arquivo. Também é importante garantir que todas as atualizações de software sejam instaladas regularmente e que os backups de todos os dados críticos sejam aceitos fora do local em caso de ataque. Ao tomar essas precauções, você pode ajudar a se proteger contra ataques de ransomware.

O maior ataque de ransomware

O maior ataque de ransomware da história ocorreu em 2017, quando o vírus WannaCry causou danos estimados em US$ 4 bilhões em mais de 150 países. O ataque destacou a importância de ter fortes medidas de proteção na segurança cibernética. Ele também destacou a necessidade de empresas e indivíduos tomarem medidas proativas para garantir que seus dados tenham backup e estejam protegidos contra possíveis ameaças cibernéticas.

Figura de uma senha de computador sendo usada para bloquear acesso a informações importantes, com foco na segurança contra o ransomware.
Ransomware: como funciona e como evitá-lo 8

Sofri um ataque ransomware, o que faço?

Os ataques cibernéticos estão se tornando cada vez mais comuns e o ransomware é um dos tipos de ataque mais destrutivos. Se você sofreu um ataque de ransomware, pode ser difícil saber por onde começar. É importante tomar medidas imediatas o mais rápido possível para minimizar os danos e proteger seus dados.

O primeiro passo é identificar a origem do ataque, o que pode ser feito procurando atividades suspeitas em sua rede ou consultando um especialista em segurança cibernética. Depois de identificar a fonte, você precisa determinar qual tipo de ransomware foi usado e como foi distribuído.

Depois de identificar a origem e o tipo de ransomware, você pode começar a tomar medidas para mitigar os danos, recuperar arquivos infectados e se proteger de ataques futuros. Essas etapas podem incluir a restauração de dados de backups, implementação de medidas de segurança adicionais, como autenticação de dois fatores, e orientação de você e da sua equipe sobre as melhores práticas de segurança cibernética.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Marcio Montagnani
Marcio Montagnani
Especialista em Desenvolvimento de Negócios e Empreendedor, com mais de 15 anos de experiência na área de TI e Telecom, atualmente vem impulsionando o crescimento de negócios por meio de planejamento estratégico e soluções inovadoras. Buscando a excelência em todos os empreendimentos.
Postagens recomendadas
Outras postagens