25.5 C
São Paulo
sábado, junho 15, 2024
InícioTransformação digitalEntenda o que é metaverso e como investir no mundo virtual

Entenda o que é metaverso e como investir no mundo virtual

Estamos vivenciando uma era onde tecnologias emergentes, como blockchain e web3, se elevam em paralelo com a inteligência artificial, moldando um novo panorama digital. As empresas, agora mais do que nunca, precisam adotar uma visão holística dessas tendências para se manterem competitivas e relevantes. 

“Enquanto o blockchain continua revelando seu potencial disruptivo e a web3 redefine a interação na internet, a incursão da Apple no domínio dos óculos de realidade virtual sinaliza uma virada significativa no mercado”, afirma Enio Moraes, CIO da Semantix e convidado do episódio 20 do podcast Itshow. A cautela habitual da Apple em lançamentos de produtos torna seu ingresso neste setor ainda mais notável, sugerindo que o conceito de metaverso está pronto para decolar além das expectativas.

O metaverso, em particular, apresenta uma complexidade fascinante. Não se trata apenas de tecnologia, mas de conforto, estética e experiência do usuário. Assim como os AirPods se transformaram em um símbolo de status, há um potencial similar para os óculos de realidade virtual. “O design estiloso e a funcionalidade atraente são essenciais para que estes dispositivos transcendam a barreira do ridículo e se tornem um acessório desejável”, conclui.

metaverso
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

O que é o metaverso

O Metaverso é uma tecnologia que cria espaços virtuais interativos, projetados para imitar aspectos da realidade, utilizando tecnologias como realidade aumentada e virtual. Nesse espaço virtual, os usuários podem fazer coisas como visitar locais, trabalhar e comprar. Uma característica do Metaverso é que ele é formado por múltiplos “universos” virtuais, não estando confinado a apenas um.

Uma das vantagens do Metaverso é a ausência de limitações físicas, permitindo uma ampla gama de atividades e acomodando um número ilimitado de usuários simultâneos. Cada usuário tem autonomia sobre seus próprios dados, graças ao uso da tecnologia blockchain. Esta tecnologia não só reforça a segurança, mas também simplifica a propriedade de ativos digitais através de uma estrutura de dados organizada em cadeias.

O Metaverso, portanto, não é de propriedade exclusiva de uma única entidade ou plataforma, mas é coletivamente gerido por seus usuários. No ambiente virtual, as criptomoedas desempenham um papel vital, alimentando uma economia descentralizada que permeia o Metaverso. 

Os usuários podem realizar transações, como comprar e vender itens, incluindo NFTs, vestuário e até terrenos virtuais. O Metaverso representa uma alternativa à realidade, às vezes ficcional, onde os usuários podem se envolver em experiências imersivas. Embora tecnicamente não seja real, o Metaverso oferece uma sensação de realidade, sustentada por uma infraestrutura robusta no mundo real.

1 1
Entenda o que é metaverso e como investir no mundo virtual 5

Ouça agora o episódio 20 do podcast Itshow disponível no Spotify!

Aplicações do metaverso

O conceito do Metaverso visa replicar experiências da vida real, possibilitando aos usuários realizar uma variedade de atividades típicas do mundo físico em ambientes virtuais. Essas atividades incluem:

  • Jogar games;
  • Participar de atividades educacionais;
  • Realizar reuniões;
  • Comprar e vender produtos;
  • Explorar museus e outros locais turísticos;
  • Assistir a shows e eventos;
  • Interagir com outras pessoas virtualmente.

Um exemplo da extensão das possibilidades do Metaverso é o casamento da apresentadora e especialista em tecnologia da CNN, Rita Wu. Em fevereiro de 2022, ela celebrou seu casamento no Decentraland, um dos metaversos mais reconhecidos. A CNN Soft cobriu o evento, desde os preparativos até a cerimônia.

No que diz respeito à tecnologia, soluções como realidade virtual e simuladores 3D são apenas a ponta do iceberg. Espera-se que o Metaverso impacte diversos aspectos da vida cotidiana. 

Na área médica, por exemplo, o potencial é vasto, com desenvolvimentos em curso para cirurgias remotas, cursos médicos que dispensam cadáveres para o aprendizado, e vestuários inteligentes capazes de monitorar a temperatura corporal e níveis de transpiração.

No âmbito corporativo, o Metaverso promete revolucionar as práticas de negócios, abrangendo desde reuniões interativas, mesclando o real e o virtual, até treinamentos especializados à distância. Isso representa uma redução significativa de custos para as empresas, além de abrir novas possibilidades para o treinamento e colaboração em ambientes totalmente virtuais.

2 1
Entenda o que é metaverso e como investir no mundo virtual 6

Quer saber mais sobre o metaverso? Baixe agora o nosso material de apoio completo!

Como investir no metaverso

Terrenos virtuais

Adquirir propriedades virtuais em metaversos oferece a possibilidade de alugá-las ou revendê-las posteriormente, similar ao mercado imobiliário físico. É viável também desenvolver construções nesses terrenos e gerar renda de diversas formas. 

Tokens diversificados

Tokens vinculados a jogos populares no metaverso podem se valorizar à medida que atraem mais usuários. Itens como vestuário, objetos, veículos e arte, todos podem ser convertidos em tokens.

Ações

Apostar em ações de empresas que estão investindo em tecnologias e funcionalidades relacionadas ao metaverso é uma estratégia interessante. Um exemplo é o Facebook/Meta, que já oferece ações no mercado.

Fundos de investimento especializados

Um exemplo é o fundo “Vitreo Metaverso”, lançado pela gestora brasileira Vitreo em dezembro do ano passado, que foca exclusivamente em ações do setor metaverso. O investimento inicial mínimo é de R$1.000.

Criptomoedas ligadas ao metaverso

Comprar moedas digitais associadas ao metaverso, como Decentreland (MANA), Sandbox (SAND) e Enjin Coin (ENJ), é uma forma de investir nesse segmento. Estas criptomoedas estão disponíveis através de corretoras especializadas, embora possam incorrer em taxas para saques e transferências.

metaverso
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

O que esperar para o futuro do metaverso

Especialistas projetam que o metaverso transformará significativamente o mundo e o mercado, alterando a forma como interagimos e realizamos atividades cotidianas. Contudo, essas mudanças não acontecerão imediatamente, mas sim ao longo dos próximos anos, conforme tecnologias direcionadas ao metaverso forem integradas em nosso dia a dia.

Um dos grandes desafios e focos de investimento será a integração de mundos físico e virtual através de padrões abertos, bem como a adaptação do mundo real para plataformas de produção virtual a custos viáveis.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens