25.5 C
São Paulo
sábado, junho 15, 2024
InícioInfraestrutura e TISd-wanConheça 6 etapas práticas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN

Conheça 6 etapas práticas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN

A tecnologia SD-WAN (Software-Defined Wide Area Network) está se tornando cada vez mais popular entre as empresas, oferecendo uma solução de rede escalável e flexível que permite gerenciar o tráfego de rede de forma mais eficiente, reduzindo custos e melhorando a experiência do usuário.

No entanto, como em qualquer tecnologia, complicações podem surgir e, assim, é importante que as equipes de TI estejam preparadas para solucionar problemas em ambientes de SD-WAN.

Conheça as etapas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN
Conheça 6 etapas práticas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN 3

Antes de implantar o SD-WAN, é crucial que a empresa execute uma bateria de testes no sistema para verificar itens como failover, entrega de pacotes e segregação de tráfego. Isso garante que a implementação ocorra sem obstáculos e que a rede esteja pronta para lidar com as demandas do negócio.

Etapas práticas para solucionar problemas em ambientes de SD-WAN:

Aqui estão algumas etapas práticas que as equipes de TI podem seguir ao solucionar problemas em ambientes de SD-WAN:

  1. Identificar o problema: o primeiro passo é identificar o que está ocorrendo. Isso pode ser feito por meio da análise de registros e do monitoramento da rede. As equipes de TI podem usar ferramentas de monitoramento de rede, como o SolarWinds ou o PRTG, para identificar possíveis problemas na rede.
  1. Coletar informações: depois de identificar o problema, é importante coletar informações relevantes, como logs de rede, configurações de roteadores, informações de desempenho, etc. Essas informações podem ser úteis para ajudar a determinar a causa raiz do problema.
  1. Analisar a causa raiz: uma vez que as informações relevantes são coletadas, as equipes de TI podem começar a analisar a causa raiz do problema. É importante que as equipes de TI sejam capazes de identificar o problema real, em vez de tratar apenas dos sintomas.
  1. Isolar o problema: uma vez que a causa raiz é identificada, as equipes de TI devem isolar o problema. Isso pode envolver a desativação de determinados recursos, ou a alteração das configurações da rede.
  1. Corrigir o problema: com o problema isolado, as equipes de TI podem começar a trabalhar na correção do problema. Isso pode envolver a atualização de firmware ou software, a modificação das configurações da rede, ou a substituição de hardware.
  1. Testar a solução: depois que o problema é corrigido é importante testar a solução para garantir que ele não ocorra novamente. As equipes de TI devem realizar testes de desempenho e monitoramento para garantir que a solução seja eficaz.
Conheça as etapas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN
Conheça 6 etapas práticas para resolver problemas e monitorar ambientes de SD-WAN 4

Além dessas etapas, é importante que as equipes de TI monitorem regularmente o desempenho da rede para identificar possíveis problemas antes que eles ocorram. Isso pode envolver o monitoramento do tráfego da rede, a análise de logs de rede e a realização de testes de desempenho regulares.

Com informações do TechTarget.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Erika Rodrigues
Erika Rodrigues
Sou repórter e redatora no Itshow. Já produzi diversas matérias como jovem repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, onde também fiz parte da equipe de apuração da Agência Record, abastecendo os principais jornais da casa, além do portal R7. Com dedicação e comprometimento, estou sempre em busca de novos desafios e oportunidades de crescimento em carreira.
Postagens recomendadas
Outras postagens