17.4 C
São Paulo
quinta-feira, junho 20, 2024
InícioTransformação digitalO uso de inteligência artificial no desenvolvimento de softwares

O uso de inteligência artificial no desenvolvimento de softwares

O uso e desenvolvimento das tecnologias de inteligência artificial vêm crescendo em um ritmo acelerado. Hoje, é cada vez mais comum indivíduos se beneficiarem do poder dessas ferramentas em seu cotidiano. O mesmo é válido para empresas, que podem automatizar e otimizar diversos processos que levariam mais tempo para serem completados.

Um dos setores que vem se beneficiando dos avanços em IA é o de desenvolvimento de softwares. Uma pesquisa realizada pela Gartner apontou as dez tendências que estarão em alta em 2024. De acordo com o levantamento, até 2028, 75% dos engenheiros de software empresariais usarão assistentes de codificação de IA, contra menos de 10% no início de 2023.

À medida que a tecnologia continua a evoluir, surgem novas possibilidades e avanços para a indústria de softwares, redefinindo os limites do que é possível na área. Hoje, o processo está se tornando mais eficiente e acessível, abrindo novas fronteiras para a inovação tecnológica. Confira as aplicações e benefícios trazidos pelo uso da inteligência artificial na área.

Mercado de softwares em ascensão

O mercado de desenvolvimento de softwares tem experimentado um crescimento elevado nas últimas décadas, sendo impulsionado por uma série de fatores, incluindo a crescente necessidade das empresas de otimizar seus processos e melhorar a experiência do cliente. Tal crescimento é ainda mais acentuado devido ao avanço da inteligência artificial, que atua como um catalisador para a criação de novas ferramentas e aplicações.

De acordo com o relatório da Statista, empresa alemã especializada em estudos de mercado, a receita do setor de softwares deve atingir cerca de US$698,8 bilhões em 2024, com previsão da taxa de crescimento anual esperada de 5,27% entre 2024 a 2028. Segundo o levantamento, o foco serão softwares de produtividade, empresariais, desenvolvimento de aplicativos e de infraestrutura de sistemas.

Podemos notar que os investimentos de recursos na área por parte das empresas não pára de aumentar, muito estimulados pelo período de elevada digitalização e dinamismo no qual vivemos. Outro levantamento, dessa vez da plataforma online Capterra, aponta o mesmo cenário. Segundo o estudo, 71% das empresas brasileiras pretendem gastar mais com softwares em 2024, indicando a relevância cada vez maior da área por parte dos tomadores de decisão.

O uso da IA no desenvolvimento de softwares

Existem duas formas de aplicar a inteligência artificial ao desenvolver softwares: no processo de criação, usando a tecnologia para automatizar muitas das tarefas envolvidas no processo, como geração de código, teste e depuração, e nos próprios produtos, contribuindo na criação de aplicativos mais inteligentes, fáceis de usar e hiperpersonalizados.

A primeira delas, a automatização de tarefas no desenvolvimento, é um grande benefício trazido pela IA. Utilizando ferramentas com modelos de linguagem avançados, é possível gerar e completar trechos de códigos a partir de descrições em linguagem natural e, também, sugerir correções. Isso acelera significativamente o processo de desenvolvimento e reduz a ocorrência de erros, permitindo que os desenvolvedores se concentrem em tarefas mais complexas e criativas.

inteligência artificial
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

Além disso, com a utilização da IA, é possível realizar testes automatizados, identificar bugs e detectar vulnerabilidades de segurança de maneira mais eficiente do que os métodos tradicionais. Isso resulta em um software de maior qualidade e confiabilidade. Unindo isso com as capacidades da inteligência artificial de analisar grandes volumes de dados e identificar padrões ajuda a prever e mitigar problemas antes que eles ocorram.

A inovação em produtos e serviços é outra área onde a IA tem um impacto significativo. A tecnologia permite o desenvolvimento de novos tipos de assistentes virtuais, suporte em tempo real e, o principal, sistemas hiperpersonalizados. Essas inovações são especialmente interessantes quando pensamos na capacidade de criar soluções customizadas e adaptadas às necessidades específicas dos usuários. Um estudo da McKinsey revelou que 71% dos consumidores esperam que as empresas ofereçam interações personalizadas e 76% se frustram quando isso não acontece.

O que temos para o futuro?

O uso de inteligência artificial no desenvolvimento de softwares já é uma realidade, revolucionando a forma como os programadores criam, testam e mantêm aplicações. Essa tecnologia, se implementada de maneira ética e segura, seguindo diretrizes claras de privacidade e segurança, é promissora e benéfica.

A disponibilidade de dados massivos, infraestruturas de computação em nuvem e a proliferação de dispositivos conectados criam um ambiente propício para o desenvolvimento e implantação de soluções de IA, com a integração delas redefinindo as capacidades e as expectativas em relação ao software. Tecnologias emergentes, como a computação quântica, também abrirão novas fronteiras para a inovação.

O futuro do mercado de desenvolvimento de softwares promete ser ainda mais dinâmico e interconectado com a evolução da IA. Espera-se que ela continue a transformar radicalmente a maneira como os produtos são desenvolvidos, testados e implantados. Aqueles que não se adaptarem e aprenderem a utilizar essas ferramentas correm o risco de ficar para trás, perdendo competitividade no mercado em rápida evolução.

O uso da inteligência artificial no desenvolvimento de softwares está impulsionando a eficiência, a qualidade e a inovação, oferecendo novas oportunidades e desafios para desenvolvedores e empresas em todo o mundo. Essa colaboração contínua promete um futuro repleto de avanços tecnológicos e benefícios para toda a sociedade.

Walker Batista
Walker Batista
Sócio e diretor de modelagem e inovação da Linear Softwares Matemáticos
Postagens recomendadas
Outras postagens