23.2 C
São Paulo
sábado, fevereiro 24, 2024
InícioCibersegurançaRansomware na Eisai: gigante farmacêutica paralisa sistemas após ataque cibernético

Ransomware na Eisai: gigante farmacêutica paralisa sistemas após ataque cibernético

Em uma ação sem precedentes, a Eisai, empresa farmacêutica japonesa de grande porte, anunciou, na última terça-feira (6), o desligamento de vários de seus sistemas ao redor do mundo, após ser vítima de um ataque cibernético do tipo ransomware. O ataque ocorreu na noite do dia 3 de junho, e culminou na criptografia de diversos servidores da empresa.

Como medida preventiva, vários sistemas internacionais da Eisai, incluindo aqueles responsáveis pela logística, foram desativados e permanecem inoperantes enquanto as investigações são conduzidas. A empresa informou que os sistemas de e-mail e os sites corporativos continuam funcionando normalmente. A extensão exata do impacto deste ataque, incluindo possíveis efeitos sobre as operações da Eisai no Brasil, ainda é incerta.

Homem encapuzado, para representar o ataque de ransomware na Eisai.
Imagem gerada por Inteligência Artificial.

Imediatamente após a detecção do ataque, a Eisai implementou seu plano de resposta a incidentes, desligando os sistemas afetados e lançando uma investigação profunda sobre o ocorrido. Uma força-tarefa foi criada para coordenar a resposta da empresa ao ataque, com a ajuda de especialistas externos. O caso também foi reportado às autoridades policiais.

No momento, a empresa está investigando a possibilidade de vazamento de dados. No entanto, a Eisai não pôde confirmar se informações sensíveis foram comprometidas ou roubadas durante o ataque. A situação coloca em risco o sigilo das informações e levanta dúvidas sobre o impacto potencial do incidente na previsão de lucros da empresa para o ano fiscal atual.

Curiosamente, até o momento, nenhum dos principais grupos de ransomware reivindicou a responsabilidade pelo ataque, nem um pedido de resgate foi feito.

Pessoa vestindo jaleco branco e luvas, para representar o ataque de ransomware na Eisai.
Imagem gerada por Inteligência Artificial.

Segundo o CISO Advisor, a Eisai já foi vítima de outro ataque cibernético em dezembro de 2021, realizado por um grupo de ransomware chamado AtomSilo. Na ocasião, dados supostamente roubados da rede da farmacêutica foram divulgados, embora o portal de extorsão dos cibercriminosos não esteja mais ativo.

A Eisai possui sede em Tóquio e diversas filiais espalhadas pelo mundo. No Brasil, onde a empresa opera desde 2011, a fábrica está localizada na cidade de São Paulo. A empresa é conhecida por desenvolver e produzir medicamentos para várias formas de câncer, tratamento de efeitos colaterais da quimioterapia, anticonvulsivantes, neuropáticos e medicamentos para demência.

Com informações do CISO Advisor.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Erika Rodrigues
Erika Rodrigues
Sou repórter e redatora no Itshow. Já produzi diversas matérias como jovem repórter do Núcleo de Jornalismo Investigativo da Record TV, onde também fiz parte da equipe de apuração da Agência Record, abastecendo os principais jornais da casa, além do portal R7. Com dedicação e comprometimento, estou sempre em busca de novos desafios e oportunidades de crescimento em carreira.
Postagens recomendadas
Outras postagens