17.6 C
São Paulo
sábado, junho 22, 2024
InícioLiderança de TIPaulo Baldin, CISO da Stark Bank, revela perspectivas e desafios para o...

Paulo Baldin, CISO da Stark Bank, revela perspectivas e desafios para o setor de TI em 2024

Em entrevista exclusiva ao Itshow, Paulo Baldin, CISO na Stark Bank e um dos 100 líderes de TI para se seguir em 2024, compartilhou suas percepções sobre os desafios enfrentados pelo mercado de TI em 2023 e as expectativas para 2024. 

Segundo ele, o ano de 2023 foi marcado por uma contenção nos investimentos devido ao cenário político e às eleições. Outro grande desafio foi a escassez de talentos em tecnologia e cibersegurança, uma tendência preocupante que impacta diretamente o setor.

Baldin também abordou a influência da pandemia na adaptação ao trabalho remoto e a importância do retorno ao ambiente de escritório para a troca de experiências e networking. Ele destacou a rápida inovação tecnológica, especialmente em relação à inteligência artificial (IA) generativa, como um fator disruptivo no mercado, citando problemas na cadeia de suprimentos tecnológicos, como a falta de chips e outros componentes essenciais.

Para 2024, Baldin vê a regulamentação e a ética no uso da IA generativa como desafios críticos, juntamente com a necessidade de fortalecer a resiliência e continuidade dos negócios. Ele expressa preocupação com a atualização dos profissionais de cibersegurança e a eficácia da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil.

AnyConv.com Banners 2
Paulo Baldin, CISO da Stark Bank, revela perspectivas e desafios para o setor de TI em 2024 2

Baixe agora o guia de 100 líderes de tecnologia que você precisa acompanhar em 2024!

Sobre a gestão de talentos em TI, Baldin critica a falta de transparência e mentoria nas empresas, destacando a importância de um treinamento efetivo e um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional. Ele prevê que a IA será a principal inovação tecnológica impactando a TI em 2024, junto com o Edge Compute, blockchain, automação e o início das discussões sobre computação quântica.

Baldin acredita que a IA e a automação vão melhorar a eficiência dos profissionais de TI, permitindo que eles se concentrem em tarefas mais intelectuais, ao invés de operacionais. Ele também vê o trabalho remoto como um elemento permanente no futuro da TI, destacando benefícios como recrutamento global e melhorias na experiência do colaborador.

Em relação à liderança, ele enfatiza a necessidade de líderes técnicos e estratégicos que compreendam profundamente seus negócios e sejam eficazes na gestão de equipes diversificadas. Quanto aos investimentos em TI para 2023 e 2024, Baldin aponta a segurança em nuvem, a adaptação aos escritórios pós-pandemia, a utilização do OpenAI e a necessidade de monitoramento contínuo como prioridades.

Paulo Baldin conclui que, para 2024, as prioridades de investimento deverão ser a avaliação de riscos e vulnerabilidades, a gestão de segurança em nuvem e o desenvolvimento de soluções sem senhas para melhorar a segurança. Ainda destaca a importância crescente de áreas como atendimento ao cliente, saúde e medicina, serviços bancários, marketing digital e setor público na implementação de IA e automação.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens