17.6 C
São Paulo
sexta-feira, junho 21, 2024
InícioLiderança de TI5 dicas para aplicar a gestão humanizada e como ela pode reduzir...

5 dicas para aplicar a gestão humanizada e como ela pode reduzir a rotatividade da sua empresa

No mundo corporativo moderno, marcado por sua intensidade e complexidade, emerge a necessidade de uma abordagem mais humanizada na gestão das equipes, especialmente em setores de alta pressão como a Tecnologia da Informação (TI). Esta abordagem transcende a visão tradicional de ver os colaboradores meramente como recursos, reconhecendo-os como indivíduos integrais, cujo bem-estar e engajamento são essenciais para o sucesso empresarial. 

Uma gestão humanizada não só cultiva um ambiente de trabalho mais harmonioso, mas também é um catalisador para inovação e produtividade elevadas. Quando as pessoas se sentem valorizadas e envolvidas ativamente nos processos decisórios, elas se engajam mais profundamente e colaboram de forma mais efetiva, especialmente diante de desafios.

Para líderes de TI que aspiram maximizar a eficácia de suas equipes, é imprescindível estabelecer um ambiente inclusivo e acolhedor, onde cada membro sinta que sua contribuição é valiosa e que os objetivos da equipe são claros e compartilhados. 

Além disso, com o crescente reconhecimento da importância da saúde mental no local de trabalho, práticas como a meditação estão se tornando instrumentos vitais para equilibrar o bem-estar emocional e prevenir o esgotamento profissional. 

Entretanto, a atenção às necessidades da equipe vai além de práticas individuais; é essencial que a gestão esteja vigilante às demandas de trabalho e pronta para adotar soluções tecnológicas ou parcerias estratégicas que aliviem a pressão e promovam um desempenho ótimo.

Elenice Karina, Senior Manager na WeWork, destacou no episódio 22 do podcast Itshow um caso que vivenciou: “Uma vez, assumi uma equipe que enfrentava casos de burnout. A primeira medida que adotei foi abrir um diálogo para entender a sobrecarga de trabalho e procurar soluções.”

gestão humanizada
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

O que é gestão humanizada

Apesar do avanço constante das novas tecnologias, o elemento humano continua sendo o pilar central no funcionamento das empresas. A moral e a motivação dos colaboradores são fatores determinantes para a produtividade, o que enfatiza a necessidade de um ambiente de trabalho onde se sintam valorizados e felizes.

Com essa compreensão, surge o conceito de gestão humanizada, um modelo administrativo focado em criar um ambiente de trabalho que respeita e valoriza as individualidades dos colaboradores, enquanto humaniza as práticas gerenciais. Essa abordagem de gestão se concentra nas necessidades e expectativas dos funcionários, buscando equilibrar as demandas e prazos de trabalho com atenção às suas dificuldades.

Um aspecto chave da gestão humanizada envolve a reestruturação organizacional para abraçar a diversidade, promover a empatia e o respeito pelas diferentes vivências dos colaboradores. Isso inclui também antecipar e abordar proativamente possíveis desafios no ambiente de trabalho.

O papel do líder de equipe é essencial neste modelo, pois ele representa a empresa no dia a dia. É fundamental que o líder atue como um apoio confiável, estando acessível e atento às necessidades da equipe, oferecendo o suporte necessário.

Este modelo se baseia no princípio de que uma equipe satisfeita e bem-cuidada é mais produtiva. Portanto, investir em aspectos como esses não é apenas um custo, mas um investimento valioso nos talentos da empresa, que se traduzirá em desempenhos superiores e resultados mais positivos.

1
5 dicas para aplicar a gestão humanizada e como ela pode reduzir a rotatividade da sua empresa 5

Ouça agora o episódio 22 do podcast Itshow disponível no Spotify!

Benefícios da gestão humanizada

Aumento da produtividade

A gestão humanizada contribui significativamente para elevar a produtividade, pois equipes felizes e seguras tendem a ser mais eficientes e produtivas no trabalho.

Retenção de talentos

Táticas de gestão humanizada são eficazes na manutenção de profissionais talentosos, reduzindo a rotatividade e mantendo a expertise dentro da empresa.

Enriquecimento da cultura organizacional

Esta abordagem melhora a cultura organizacional, criando um ambiente de trabalho mais acolhedor e inclusivo.

Impactos financeiros positivos

A gestão humanizada pode levar a economias significativas para a empresa, reduzindo custos associados à alta rotatividade e ao absenteísmo.

Melhoria no equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Promove um melhor equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, essencial para a saúde mental e física dos colaboradores.

Estímulo à ética no trabalho

Encoraja práticas éticas no local de trabalho, fomentando um ambiente de respeito mútuo e integridade.

2
5 dicas para aplicar a gestão humanizada e como ela pode reduzir a rotatividade da sua empresa 6

Quer saber mais sobre gestão humanizada? Baixe agora o nosso material de apoio completo!

5 dicas para implementar uma gestão humanizada na sua empresa

1. Acompanhamento integral do colaborador

Uma gestão humanizada deve ser empática em todas as fases da jornada do colaborador, desde a seleção até a rescisão. Em cada etapa, é essencial que o profissional se sinta ouvido, respeitado e receba comunicações claras e honestas da empresa. Nos momentos mais desafiadores, como feedbacks negativos ou demissões, o tratamento humanizado se torna ainda mais importante.

2. Tecnologia como ferramenta de humanização

A integração entre humanização e tecnologia é vital para aprimorar os processos e auxiliar a gestão a compreender melhor os colaboradores, analisar indicadores para melhorias, agilizar processos burocráticos e melhorar a comunicação, inclusive com equipes remotas.

3. Desenvolvimento de um pacote de benefícios abrangente

Para promover a qualidade de vida dos funcionários, é essencial oferecer um pacote de benefícios corporativos que aborde o bem-estar físico, financeiro e mental, além do desenvolvimento profissional e pessoal. Benefícios bem planejados podem influenciar positivamente a produtividade, o engajamento e a criatividade da equipe.

4. Capacitação de líderes e gestores

Uma gestão humanizada só é eficaz em uma organização que compartilha desses valores em todas as áreas, particularmente na liderança. É importante oferecer orientações, treinamentos e cursos para assegurar que líderes e gestores compreendam e pratiquem a gestão humanizada. Temas como comunicação não-violenta, liderança e coaching, diversidade e inclusão são essenciais nesse processo.

5. Escuta ativa dos funcionários

Ouvir os funcionários é fundamental em uma gestão humanizada, pois eles são as melhores fontes para avaliar o que está funcionando, quais áreas necessitam de melhorias e como se sentem em relação à empresa. Além das conversas cotidianas, feedbacks podem ser coletados por meio de pesquisas de clima e canais de escuta, incluindo opções anônimas para relatos e denúncias.

gestão humanizada
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

A importância de focar na saúde mental dos colaboradores

A sociedade atual enfrenta um crescente desafio com o esgotamento profissional, ou burnout, especialmente desde a transição para o trabalho remoto durante a pandemia. Um estudo de 2019 pela International Stress Management Association (Isma-BR) revelou que mais de 30% dos trabalhadores ativos apresentam sintomas de burnout.

Diante desse cenário, torna-se imperativo para empresas e empregadores priorizarem a saúde mental e monitorarem o impacto da carga de trabalho sobre seus funcionários. A adoção de uma gestão humanizada é fundamental neste contexto, pois ela capacita líderes e equipes de RH a acompanhar de perto a saúde mental dos colaboradores, ajudando a prevenir o alcance de níveis críticos de burnout.

Como conclui Elenice, “acredito firmemente que a saúde mental é crucial para desenvolver um bom trabalho. A introdução de tecnologias e parcerias pode aliviar a pressão e melhorar a eficiência, beneficiando toda a equipe.”

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens