17.4 C
São Paulo
quinta-feira, junho 20, 2024
InícioCibersegurançaAutenticação de múltiplos fatores: sua empresa não está segura!

Autenticação de múltiplos fatores: sua empresa não está segura!

No cenário atual de gestão de TI, onde a segurança da rede de dados interna é um aspecto crítico, a implementação de autenticação robusta se torna indispensável. A adoção de um sistema de autenticação de múltiplos fatores (MFA) é essencial para garantir que apenas indivíduos autorizados acessem o ambiente de rede, reduzindo significativamente os riscos associados a invasões e exposição de dados sensíveis. Essa medida é importante para manter a integridade e a confiabilidade de um data center, que é fundamental para a segurança dos dados corporativos.

Como Paulo Santos, Arquiteto de Infraestrutura e convidado do terceiro episódio do Especial Conectividade, promovido pela CommScope e pelo podcast Itshow, destaca, “na era digital, a segurança cibernética é uma prioridade inegável. Enfrentamos ameaças que vão desde invasões remotas, até riscos físicos em nossas infraestruturas de rede.”

Paulo ainda adverte que as organizações devem investir em comunicações seguras e isoladas, seja através de links MPLS, LAN to LAN, ou sistemas de VPN robustos com criptografia avançada. 

Além disso, uma autenticação robusta, empregando WISE ou múltiplos fatores de autenticação, é essencial para garantir que apenas profissionais autorizados acessem ambientes críticos de rede. 

“O data center, o coração da nossa operação, deve ser uma fortaleza, inacessível a qualquer pessoa não autorizada, assegurando assim a integridade e a continuidade dos nossos negócios”, conclui.

autenticação de múltiplos fatores
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

O que é a autenticação de múltiplos fatores (MFA)

Ao criar um perfil em uma plataforma online, as informações fornecidas pelo usuário são protegidas por uma senha, que constitui a primeira barreira de segurança para acessar os dados do perfil. 

Entretanto, essa senha pode ser comprometida ou alterada por hackers, permitindo o acesso não autorizado às informações do usuário. Portanto, fica evidente que quanto mais camadas de segurança um perfil online tiver, mais protegido ele estará.

A autenticação de múltiplos fatores (MFA) adiciona uma camada extra de proteção à conta. Nesse sistema, além da senha (primeira camada), há uma segunda forma de verificação. Normalmente, sites que adotam essa medida de segurança enviam um código por e-mail ou SMS, que o usuário deve fornecer para acessar a conta. 

Embora útil, uma alternativa mais segura é o uso de aplicativos de autenticação, que geram códigos de segurança diretamente no celular do usuário, sem necessidade de compartilhar o número de telefone ou e-mail.

Esses aplicativos geralmente possuem sistemas de criptografia avançados, aumentando a segurança dos códigos e dificultando o acesso por pessoas não autorizadas. Além disso, existem outras formas de autenticação de múltiplos fatores, como a biometria, cartões magnéticos, PINs e outras tecnologias, oferecendo um leque de opções para proteger as contas online.

AnyConv.com 1 2
Autenticação de múltiplos fatores: sua empresa não está segura! 5

Ouça agora o 3º episódio do Especial Conectividade disponível no Spotify!

O que são fatores de autenticação

Os fatores de autenticação referem-se a diferentes tipos de informações usadas para confirmar a identidade de um usuário ao acessar uma conta ou sistema. Dentre as diversas opções de fatores de autenticação, incluem-se:

  • Perguntas de segurança personalizadas;
  • Biometria, como impressão digital, reconhecimento de voz, escaneamento da íris ou reconhecimento facial;
  • Tokens USB, dispositivos que, quando conectados ao computador ou celular, geram um código único e aleatório para o login;
  • Aplicativos geradores de código, que funcionam de maneira semelhante aos tokens USB, fornecendo códigos aleatórios;
  • Notificações push enviadas para o celular do usuário, onde ele deve confirmar ou negar o acesso à conta através de opções como “Sim” ou “Não” na tela.

Embora cada um desses fatores seja relativamente simples por si só, quando combinados, eles criam um sistema de segurança robusto, aumentando a dificuldade para que indivíduos não autorizados acessem contas e informações confidenciais.

Vantagens da autenticação multifator

Identificar violação de senha

Se a autenticação multifatorial for acionada inesperadamente, é um indicativo de que sua senha pode ter sido comprometida. Isso permite que você aja rapidamente na gestão e atualização de suas senhas, reforçando sua segurança.

Aumento da segurança

A implementação efetiva da autenticação de múltiplos fatores minimiza os riscos de segurança. Os invasores teriam que superar dois ou mais níveis de segurança em um intervalo de tempo bastante curto para acessar os sistemas da empresa. Essa complexidade adicional pode desencorajar hackers, pois eles tendem a preferir alvos mais vulneráveis, aumentando assim a segurança dos sistemas.

AnyConv.com 2 2
Autenticação de múltiplos fatores: sua empresa não está segura! 6

Quer saber mais sobre a importância da autenticação multifatorial? Baixe agora o nosso material de apoio!

Facilidade de implementação

Configurar a autenticação de múltiplos fatores é um processo simples e direto. Com alguns cliques e em poucos minutos, é possível proteger as senhas em várias plataformas, reforçando a segurança de maneira eficaz.

Vantagem competitiva

Empresas que asseguram a proteção de informações têm uma vantagem competitiva significativa no mercado. A adoção de autenticação de dois ou mais fatores reduz os riscos de segurança e contribui para o destaque da empresa. Garantindo a segurança dos processos e a proteção de dados sensíveis, a empresa transmite uma imagem positiva para o mercado, aumentando a confiança de clientes e investidores na segurança de seus dados.

Códigos únicos enviados por email ou SMS são confiáveis?

Normalmente, códigos únicos são enviados por mensagem de texto para um número de telefone fornecido durante a criação da conta. Embora o e-mail também seja um meio possível para o envio desses códigos, ele é utilizado com menos frequência. Muitos serviços principais incluem a alternativa de realizar uma chamada de voz para o número de telefone registrado.

O objetivo é verificar se o usuário tem acesso a outro dispositivo ou número de telefone definido durante o registro do serviço. Assim, se a senha for comprometida, mas o invasor não tiver acesso ao telefone do usuário, essa camada de segurança se mostra eficaz.

No entanto, existem desvantagens nesse método. Se o e-mail for usado e a senha do e-mail for a mesma da conta a ser protegida, a segurança adicional é limitada. Um invasor com conhecimento da senha da conta pode tentar a mesma senha para acessar o e-mail e obter o código de validação.

A validação via número de telefone, seja por SMS ou chamada de voz, enfrenta o desafio de possíveis perdas de acesso. Problemas como esquecer de recarregar o telefone, perder o aparelho ou mudar o número podem ocorrer. Além disso, existe o risco de criminosos enganarem operadoras de telecomunicações para obter um cartão SIM com o número da vítima.

autenticação de múltiplos fatores
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

Reforçando a segurança digital: Por que a sua empresa precisa do múltiplo fator de autenticação

A necessidade de implementar a autenticação de múltiplos fatores é reforçada pelo fato de que as senhas, apesar de serem um primeiro passo essencial para a segurança digital, são intrinsecamente vulneráveis. 

As senhas são fundamentais para acessar serviços digitais, mas por si só, não são suficientes para oferecer uma proteção robusta contra cibercriminosos. Com a existência de ferramentas que facilitam a descoberta de senhas alheias e a tendência de alguns usuários em escolher combinações simples e fáceis de lembrar, como “123456” ou “111111”, a segurança das contas fica ainda mais comprometida.

Além disso, é comum que muitas pessoas utilizem a mesma senha para diferentes contas. Esse hábito amplia os riscos, pois, se uma única senha for descoberta, os criminosos podem ter acesso a uma variedade de dados pessoais e financeiros da vítima. 

Os cibercriminosos, utilizando softwares avançados, são capazes de testar milhares de senhas em um curto período, o que torna a dependência exclusiva de senhas um risco considerável, especialmente para acessar serviços críticos como e-mails e internet banking.

Portanto, a implementação da autenticação de dois ou mais fatores é altamente recomendável para reforçar a segurança dos dados. Essa medida não só oferece uma camada adicional de proteção, mas também tem se mostrado eficaz na prática. 

Um exemplo é o Google, que conseguiu reduzir pela metade o roubo de identidade dos clientes após implementar a autenticação multifatorial. Este método provou ser uma solução eficiente e confiável para combater as crescentes ameaças de segurança no mundo digital.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens