17.6 C
São Paulo
sexta-feira, junho 21, 2024
InícioCibersegurançaSegurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger seus dados

Segurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger seus dados

O que é segurança digital

A segurança digital engloba um conjunto de estratégias e práticas destinadas a proteger sistemas, dispositivos eletrônicos, redes e servidores contra ameaças e ataques cibernéticos. Esta área vai além da segurança da informação, que se concentra principalmente na proteção de dados e informações compartilhados, abrangendo a segurança de todas as atividades e operações online. 

Essa abordagem mais ampla é essencial para proteger tanto indivíduos quanto empresas no ambiente digital. É o que afirma Lucia Almeida, diretora de TI na Veste e convidada do 18º episódio do podcast Itshow. Com sua vasta experiência na área, Lucia destaca a importância de um processo de segurança digital bem planejado. “Tenho uma longa trajetória como CIO, iniciada aos 24 anos, e tenho experiência em várias indústrias, incluindo a farmacêutica e a logística multimodal. Durante essa jornada, eu me apaixonei pelo varejo e tive a oportunidade de liderar a transformação digital em várias empresas, além de focar na segurança da informação. Acredito que todo processo deve ser muito bem orquestrado para garantir o sucesso.”

A relevância da segurança digital no mundo corporativo tem aumentado significativamente, especialmente porque os ataques cibernéticos representam riscos consideráveis. Esses ataques podem não apenas extorquir usuários e empresas, mas também acessar informações confidenciais, destruir dados e ameaçar a continuidade dos negócios. 

Com a crescente dependência do ambiente digital, a implementação de medidas robustas de segurança digital tornou-se um elemento essencial para o setor de TI das empresas, e sua importância só tende a crescer.

segurança digital
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

Qual a importância da segurança digital para a sua empresa

Os ataques digitais representam uma ameaça séria para as empresas, visando principalmente o vazamento, controle e destruição de dados essenciais para a continuidade dos negócios, além de serem um meio de extorsão. 

A percepção de que os ciberataques são eventos raros, afetando apenas os outros, é um equívoco comum. Na realidade, a frequência e a gravidade desses ataques estão aumentando globalmente, causando um impacto financeiro substancial no meio corporativo.

Conforme um estudo da IBM sobre os Custos de Violação de Dados em 2023, as empresas brasileiras que sofreram ataques cibernéticos tiveram prejuízos médios de 4,45 milhões de dólares para remediar os danos. Especificamente para ataques de ransomware, os custos foram ainda maiores, chegando a aproximadamente 4,62 milhões de dólares por incidente. 

Esses dados enfatizam a necessidade crítica de tratar a segurança digital como uma prioridade nos negócios. Embora seja impossível eliminar completamente os ataques cibernéticos devido ao constante avanço tecnológico e à evolução das ameaças, investir em segurança digital é uma medida preventiva essencial para proteger as empresas contra essas ameaças crescentes.

3 erros simples que colocam a segurança digital da sua empresa em risco

1. Falta de análises regulares de vulnerabilidades 

Essas análises permitem que a equipe de TI identifique e corrija falhas que podem servir como portas de entrada para hackers. A gestão de vulnerabilidades deve ser um processo contínuo, acompanhando ativamente os riscos potenciais e aplicando correções a tempo para evitar incidentes de segurança.

1 2
Segurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger seus dados 5

Ouça agora o episódio 18 do podcast Itshow disponível no Spotify!

2. Ignorar os processos de segurança cibernética 

Uma política eficaz de segurança cibernética deve incluir princípios como confidencialidade, integridade, disponibilidade, autenticidade e irretratabilidade. Isso orienta a empresa em como agir no ambiente digital, incluindo medidas preventivas, mitigação de danos e recuperação após ciberataques. A implementação de processos como criptografia, sistemas antivírus, autenticação sem senha (passwordless) e backups regulares é essencial para reforçar a segurança.

3. Não considerar novas formas de autenticação

O passwordless, que elimina a necessidade de senhas convencionais em favor de métodos como biometria ou reconhecimento facial, oferece um nível mais alto de segurança e privacidade. Esta tecnologia não só reduz o risco de fraudes e acessos não autorizados, mas também aprimora a segurança digital da empresa, protegendo-a contra possíveis invasões e ataques de hackers.

Principais ameaças à segurança digital das empresas

Phishing 

É um ataque cibernético comum que envolve o envio de e-mails fraudulentos que se assemelham aos de fontes legítimas. Esses e-mails têm como objetivo enganar o destinatário para que clique em links maliciosos, resultando no roubo de informações pessoais como senhas e dados de cartões. Para se proteger, as empresas devem implementar filtros de e-mail e fornecer treinamento de segurança digital aos funcionários para evitar que sejam enganados por esses golpes.

Malwares 

São softwares maliciosos projetados para infiltrar-se em dispositivos sem autorização. Eles operam silenciosamente, muitas vezes só sendo detectados após o ataque ter ocorrido. Uma vez que um malware infecta um dispositivo, como um computador, ele permite que o hacker acesse informações, exclua dados ou cause danos ao equipamento, tudo sem o conhecimento do usuário. 

Para prevenir tais ataques, é vital que as empresas adotem medidas de segurança digital preventivas, permitindo que o setor de TI identifique a presença de ameaças na rede antes que causem danos significativos.

2 1
Segurança digital: tudo o que você precisa saber para proteger seus dados 6

Quer saber mais sobre segurança digital? Baixe agora o nosso material de apoio completo!

Ransomware

Esse tipo de ataque envolve a criptografia de dados e informações da empresa, que só são liberados mediante pagamento de resgate, daí o termo “sequestro de dados”. Além do custo financeiro para recuperação dos dados, há também o risco de vazamento de informações vitais para a operação do negócio. Por isso, é fundamental que as empresas tenham uma infraestrutura de TI robusta para identificar e prevenir tais ameaças.

6 dicas essenciais para melhorar a segurança digital da sua empresa

1. Utilizar conexões confiáveis

Com o aumento do trabalho remoto, muitas pessoas recorrem a redes domésticas e públicas, que podem não ser seguras e representar riscos para as empresas, principalmente as conexões gratuitas. 

Portanto, é essencial escolher redes confiáveis, pois redes inseguras podem corromper dados e criar vulnerabilidades. Uma solução eficaz é o uso de VPN (Rede Privada Virtual), que proporciona acesso remoto seguro aos sistemas da empresa.

2. Fortalecer as senhas

É importante usar senhas difíceis de adivinhar, evitando informações pessoais fáceis de descobrir, como datas de aniversário ou nomes de animais de estimação. As senhas devem incluir uma mistura de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais. Em adicional, a autenticação de dois fatores oferece uma camada extra de segurança.

3. Manter softwares e aplicações atualizados

Atualizar regularmente dispositivos, sistemas e softwares é essencial para a segurança. Essas atualizações visam fortalecer a segurança digital, acompanhando a evolução constante das ameaças cibernéticas e mantendo redes e dispositivos protegidos.

4. Controlar acessos à internet

O controle de acesso é vital para a segurança digital em empresas. O setor de TI deve gerenciar quem tem acesso a dispositivos, sistemas, aplicativos e serviços da empresa, reduzindo vulnerabilidades e prevenindo interrupções operacionais.

segurança digital
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

5. Usar firewall e antivírus

Ferramentas como firewalls e antivírus são essenciais para a segurança digital corporativa. Escolher ferramentas adequadas ao perfil da empresa é importante para bloquear ameaças e proteger dados.

6. Adotar política de uso consciente da internet

Uma política de uso consciente da internet ajuda a proteger a empresa de golpes online. Essa política educa funcionários sobre a importância de um comportamento seguro na internet e as consequências de negligenciar ameaças.

A importância vital da segurança da informação em ambientes de inovação e escalabilidade

A segurança digital transcende a mera adoção de tecnologias inovadoras; ela se tornou um componente vital da estrutura de qualquer negócio que busca sustentar seu crescimento e inovação. A escalabilidade e a segurança digital devem andar de mãos dadas, com a conscientização e a educação em segurança da informação emergindo como aspectos essenciais para fortalecer as defesas contra ameaças cibernéticas crescentes. 

À medida que as empresas buscam expansão, a necessidade de manter um equilíbrio entre inovação e estabilidade operacional torna-se crucial. A segurança digital não é apenas uma responsabilidade corporativa; ela protege a integridade e o bem-estar pessoal, reforçando a importância de estratégias de segurança bem pensadas e a necessidade de liderança ativa em TI para orientar organizações por águas cada vez mais turbulentas do ciberespaço.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens