17.6 C
São Paulo
sexta-feira, junho 21, 2024
InícioLiderança de TIConformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa

Conformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é um conjunto de regulamentos projetados para proteger os dados pessoais de indivíduos. Como empresa, é importante garantir que você esteja em conformidade com a LGPD ao coletar, armazenar e processar dados pessoais. Esta postagem do blog fornecerá uma introdução e explicará como você pode garantir que sua empresa esteja em conformidade. Discutiremos como requisitos de consentimento, direitos de proteção de dados e medidas de segurança de dados. Ao entender esses componentes chave da LGPD, você pode garantir que sua empresa esteja protegida, capturando as informações pessoais de seus clientes.

  1. Introdução à LGPD
  2. A LGPD se aplica à sua organização?
  3. 6 etapas para conformidade com a LGPD
  4. Conformidade contínua com a LGPD

Introdução à LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), lei nº 13.709 de 2018 que entrou em vigor em 2020, é a versão brasileira do GDPR, o Regulamento Geral de Proteção de Dados, introduzido em 2018 na União Europeia, criado para proteger os dados pessoais dos cidadãos e garantir que sua privacidade seja respeitada. 

A LGPD fornece regulamentos semelhantes como forma de garantir a segurança dos dados pessoais dos brasileiros.  Cabe às empresas processarem ou armazenarem quaisquer dados pessoais dos cidadãos. Além disso, a lei exige que as organizações informem aos consumidores sobre como seus dados serão usados, e que forneçam meios para controlá-los.

Para garantir que a lei seja aplicada corretamente, foi criada a Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD) , órgão do governo brasileiro responsável por garantir que as empresas sigam as melhores práticas quando se trata de proteção de dados pessoais. Eles também fornecem orientações sobre como cumprir os regulamentos da LGPD, e podem aplicar multas se as empresas não estiverem em conformidade.

Maço de documento que explica os requisitos da LPDG lei de proteção de dados pessoais.
Conformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa 5

A LGPD se aplica à sua organização?

A LGPD estabelece os direitos e obrigações dos controladores e proteção de dados com relação à coleta, armazenamento, uso, transferência e destruição de dados pessoais.

É importante que as organizações entendam como podem aplicar a LGPD dentro de sua organização para proteger a privacidade e a segurança dos dados de seus clientes. Este artigo discutirá as melhores práticas para tratar os dados do cliente, bem como as medidas que as organizações podem seguir para garantir a conformidade com a LGPD.

Além disso, fornecerá uma visão geral de como as organizações devem abordar a segurança de dados para proteger as informações de seus clientes contra acesso não autorizado ou uso indevido sem o consentimento do titular.

Homem em terno em cena que representa confusão sobre como cumprir as regras de conformidade da lgpd.
Conformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa 6

6 etapas para conformidade com a LGPD

As empresas precisam estabelecer regras e garantir a conformidade LGPD para proteger a privacidade de seus clientes e garantir a proteção dos dados pessoais. Para ajudar as organizações a se tornarem compatíveis, aqui estão seis etapas para serem seguidas:

Etapa 1: Indique um DPO

Um Data Protection Officer (DPO) é um indivíduo responsável por supervisionar a conformidade da empresa com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O DPO deve ser nomeado pela empresa e deve ser um profissional qualificado com experiência suficiente no assunto.

O profissional é responsável por monitorar o cumprimento da LGPD, garantir que os agentes de tratamento comprem suas disposições e orientem sobre questões relacionadas à proteção de dados. O Data Protection Officer também é responsável por garantir que todos os funcionários sejam treinados de acordo com os requisitos da LGPD.

Ao nomear um DPO, as empresas demonstraram compromisso com a conformidade LGPD quanto à proteção de dados pessoais de seus clientes.

Etapa 2: Crie um mapa de dados

Um mapa de dados é uma ferramenta usada para identificar, documentar e tratar dados pessoais de indivíduos. Ele ajuda as organizações a entender os tipos de dados que possuem, onde são armazenados e como são usados. São especialmente importantes para organizações que desejam alcançar a conformidade LGPD.

Ao criar um mapa de dados, as empresas podem garantir que estão protegendo os direitos fundamentais e os dados pessoais facilitados. Além disso, eles podem garantir que seus processos estejam em conformidade com os regulamentos LGPD.

Etapa 3: Faça uma análise de lacunas

A análise GAP é uma ferramenta usada para identificar a diferença entre o estado atual de uma organização e o estado futuro desejado. Pode ser usado para avaliar a eficácia da política pública existente, autoridade nacional ou política de privacidade. 

Essa análise ajuda as organizações a avaliar seu nível atual de conformidade com as leis e regulamentos cumpridos, identificar lacunas que precisam ser abordadas e desenvolver estratégias para melhorar seu desempenho. Também pode ajudar as organizações a entender os riscos associados às suas atividades de processamento de dados e a criar uma política de privacidade adequada.

Ao fazer uma análise de GAP, as organizações podem entender melhor como se comparam aos padrões do setor, assim garantindo que estejam em conformidade com as leis e regulamentações completas. Isso os ajuda a proteger os dados de seus clientes, fornecendo-lhes os melhores serviços possíveis.

Etapa 4: Criar um processo de gestão de DSAR

O DSAR (Data Subject Access Request) é uma solicitação para acesso do titular aos seus dados pessoais que estão sendo processados ​​pela empresa. A LGPD exige que as organizações concedam aos clientes o acesso aos dados pessoais, bem como o direito de excluí-los ou corrigi-los.

A criação de um processo de gerenciamento de DSAR envolve a configuração de procedimentos para responder a solicitação, documentar as respostas e garantir que todas as solicitações sejam atendidas em tempo hábil.

O processo também deve incluir medidas para proteger a privacidade dos indivíduos que fazem inscrição e que garantem a segurança dos dados. É necessário que as empresas também considerem como armazenar e gerenciar todos os dados coletados por meio de DSARs, bem como garantir a conformidade LGPD.

Etapa 5: Implemente um processo para notificação de violação de dados

A observação de dados é uma grande preocupação para organizações e indivíduos. Para proteger os dados dos clientes, as empresas devem ter um processo para lidar com as notificações de violação de dados. Esse processo deve incluir etapas para garantir que os clientes sejam notificados em tempo hábil, bem como medidas para evitar futuro.

A ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) estipula o prazo de 2 (dois) dias úteis para que as organizações notifiquem os incidentes de segurança a proteção de dados. Por isso, as empresas devem desenvolver um processo de notificação de violação que esteja em conformidade com os padrões LGPD.

O processo deve incluir etapas como: identificação dos clientes atendidos, avaliação da gravidade da violação e notificação dos clientes atendidos de maneira gentil. Além disso, as empresas devem tomar medidas proativas para evitar futuras violações de dados, implementando medidas de segurança.

Etapa 6: Realizar estimativas de riscos

A realização de estimativas de risco é uma parte crítica da estratégia de segurança de qualquer empresa. As estimativas de risco ajudam a identificar possíveis áreas de vazamento de dados, determinam o impacto de uma violação na organização e fornecem orientação sobre como reduzir os riscos.

As estimativas de risco envolvem a coleta de informações sobre o estado atual da organização, a análise dessas informações e a tomada de decisões controladas sobre a melhor forma de gerenciar os riscos potenciais.

Pessoas com documento que explica os requisitos da LPDG lei de proteção de dados pessoais.
Conformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa 7

Conformidade contínua com a LGPD

Manter a conformidade contínua com a LGPD é essencial para qualquer empresa ou organização que coleta, armazena e processa dados pessoais de clientes ou funcionários. À medida que a LGPD evolui, as organizações devem garantir a conformidade contínua. Para isso, deve ter as políticas e procedimentos corretos em vigor e estar ciente de suas obrigações perante a lei.

LGPD - Uma lei que protege os direitos e privacidade dos usuários de Internet na Europa.
Conformidade com a LGPD: 4 passos para ajudar sua empresa 8

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Marcio Montagnani
Marcio Montagnani
Especialista em Desenvolvimento de Negócios e Empreendedor, com mais de 15 anos de experiência na área de TI e Telecom, atualmente vem impulsionando o crescimento de negócios por meio de planejamento estratégico e soluções inovadoras. Buscando a excelência em todos os empreendimentos.
Postagens recomendadas
Outras postagens