22 C
São Paulo
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
InícioCibersegurançaGovernança de APIs: como o gerenciamento de API se tornou uma ferramenta...

Governança de APIs: como o gerenciamento de API se tornou uma ferramenta estratégica para a segurança das empresas

Na era digital de hoje, onde a conectividade e a agilidade são essenciais, as interfaces de programação de aplicações (APIs) assumem um papel central nas operações das empresas. Com este cenário dinâmico, surge a necessidade crítica de uma governança eficaz de APIs, que vai além da mera gestão de sua criação e uso. 

“A governança eficiente de APIs é fundamental para evitar desperdício computacional, reduzir riscos de segurança e garantir a eficiência operacional”, afirma Luiz Mussa, Architecture Manager na TecBan e convidado do episódio 21 do podcast Itshow.  “Uma administração ineficaz pode levar a desperdícios computacionais e vulnerabilidades de segurança”, alerta. Porém, soluções como API gateways e Web Application Protectors contribuem para fortalecer a gestão e segurança dessas interfaces vitais.

governança de API
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

O que é gerenciamento de API

As APIs, ou Interfaces de Programação de Aplicativos, são elementos essenciais da infraestrutura tecnológica e empresarial contemporânea. Uma API facilita a comunicação entre diferentes aplicativos e sistemas e essa interconexão é vital na era dos aplicativos, softwares e tecnologias baseadas em nuvem. Com a ascensão dessas tecnologias, a quantidade de APIs utilizadas e gerenciadas por empresas aumentou significativamente.

O ciclo de vida de uma API, incluindo design, desenvolvimento, testes, implantação, governança, segurança, monitoramento e monetização, agora constitui uma parte integral do Ciclo de Vida do Desenvolvimento de Software (SDLC) e um segmento em expansão no ecossistema tecnológico. O gerenciamento de API engloba uma série de softwares e processos que apoiam todas as fases do ciclo de vida da API e de seus consumidores.

Benefícios do gerenciamento de API

As APIs podem ser utilizadas como produtos para desenvolvedores, necessitando de uma gestão similar a qualquer outro software. Isso inclui implementar segurança robusta, otimizar o desempenho e atualizar com base no feedback dos usuários. Plataformas de gerenciamento de APIs proporcionam uma experiência de alta qualidade para desenvolvedores.

Outros benefícios incluem:

Proteção multinível

Ferramentas de gerenciamento facilitam a segurança das APIs, oferecendo gestão de identidade e acesso, e controle de chaves de criptografia.

Detecção de anomalias

Utilização de IA para monitoramento e resposta a atividades anormais.

Alcance global

Hospedagem na nuvem possibilita acesso a um público amplo de desenvolvedores.

Desempenho e confiabilidade

Integração com recursos da nuvem, como CDNs, para melhorar o desempenho global.

Integração com sistemas legados

Criação de novas experiências e serviços através de uma camada abstrata sobre serviços existentes, conectando tecnologias legadas a sistemas modernos.

Novos canais de negócios

Monetização de dados e serviços, tornando-os disponíveis para desenvolvedores através de APIs.

Ouça agora o episódio 21 do podcast Itshow disponível no Spotify!

Passo a passo de um gerenciamento de API eficaz

Análise de tráfego

Examinar o tráfego de API em várias regiões, avaliando métricas como taxas de sucesso e erros comuns. Identificar a fonte do tráfego para entender se ele vem de bots, navegadores ou bibliotecas, e o dispositivo de origem.

Monitoramento e observabilidade da API

Facilitar a resolução de problemas e o acompanhamento dos proxies de API. Isso inclui analisar detalhes em cada etapa do fluxo de proxy e compreender a latência e o desempenho em tempo real.

Análise de desempenho

Medir o tempo de resposta da API e determinar latências em diferentes regiões geográficas. Monitorar códigos e sua composição em proxies e destinos.

Monitoramento de disponibilidade e desempenho

Rastrear a disponibilidade e eficiência das APIs em toda a cadeia de valor. Gerar alertas para erros e identificar suas fontes.

Engajamento do desenvolvedor

Analisar como os desenvolvedores interagem com as APIs, incluindo a frequência de tráfego gerado e o uso das APIs.

Integridade da segurança

Proteger APIs e dados, verificar conformidade com políticas de segurança, identificar padrões anormais de tráfego, e monitorar quem acessa dados confidenciais.

Por que o gerenciamento de APIs é tão importante para a sua empresa

A gestão eficaz de APIs desempenha um papel muito importante no gerenciamento de serviços empresariais, permitindo que as organizações supervisionem, gerenciem e otimizem suas APIs para assegurar disponibilidade e desempenho excelentes. De acordo com um estudo da MuleSoft, em 2020, 91% dos líderes de TI destacaram a importância da estratégia de API para o êxito dos negócios, enquanto 79% acreditavam que as APIs poderiam promover o crescimento corporativo.

Um benefício chave da governança de APIs é o reforço na segurança, possibilitando o controle de acesso e proteção de dados sensíveis. Além disso, a governança contribui para a eficiência operacional, facilitando a reutilização de APIs e a automação de processos, como a gestão de versões de API, reduzindo assim erros e custos. 

Esta abordagem melhora não apenas o desempenho dos serviços de API, mas também a satisfação do cliente e a reputação da marca, conforme salientado no relatório “API Security and Lifecycle Management – Market Quadrant 2021” da MarketsandMarkets.

Quer saber mais sobre governança de API? Baixe agora o nosso material de apoio completo!

Os 4 P’s da governança de API

Governança do programa

A governança do programa de API é o ponto de partida para empresas que buscam potencializar sua transformação digital através das APIs. Este processo envolve avaliar o progresso do programa em comparação com os objetivos estabelecidos, identificando e corrigindo quaisquer desvios ou lacunas. 

O objetivo desta fase é estabelecer uma estratégia de API alinhada com as metas da organização, seguindo com a implementação desta estratégia através de um programa de API estruturado e focado nos objetivos corporativos.

Governança do produto

Cada produto de API dentro de uma empresa deve ter uma estratégia e um modelo de negócios próprios, funcionando de forma autossuficiente. Isso estabelece que a governança de um produto de API é distinta do programa de API mais amplo da organização. 

Essa responsabilidade recai principalmente sobre a equipe do produto de API e em particular sobre o gerente do produto. A função deles é administrar o ciclo de vida das APIs individuais, assegurando que estas cumpram com seus objetivos comerciais específicos e avaliando seu desempenho com base no modelo de negócios estabelecido.

Governança de portfólio

A governança de portfólio de API envolve a administração do conjunto completo de produtos de API em uma empresa. Esta forma de gestão auxilia na fusão de APIs similares, eliminação de APIs obsoletas, uniformização do design e implementação de políticas consistentes, além de incorporar visões externas. 

Com o crescimento do uso de APIs e o consequente aumento no número de produtos de API, a governança de portfólio torna-se essencial para resolver questões mais permanentes. Sem ela, as empresas podem enfrentar redundância no trabalho, inconsistências nas experiências de desenvolvedores e potenciais vulnerabilidades de segurança.

Governança da plataforma

Por último, é essencial abordar a governança da plataforma API, que ocorre durante as interações em tempo real das APIs na infraestrutura da empresa. Esta governança é vital para assegurar eficiência e escalabilidade no ambiente digital. 

Ela opera em duas frentes: por um lado, fornece métricas e implementa políticas para as demais categorias de governança da API; por outro, utiliza automação e capacidades digitais nativas para promover estabilidade, segurança e resistência no ambiente onde as APIs são operacionalizadas. Sem essa governança de plataforma, os gestores enfrentariam dificuldades em monitorar o impacto das políticas de governança e aplicá-las em tempo real.

governança de API
Imagem gerada por Inteligência Artificial (IA)

A Importância da governança de APIs para a segurança cibernética das empresas

Em um mundo cada vez mais interconectado e dependente de tecnologia, a governança eficiente de APIs torna-se uma ferramenta essencial para a segurança cibernética das empresas. 

Com o aumento do uso de APIs para facilitar a comunicação entre sistemas e aplicativos, a gestão adequada destas interfaces é importante para mitigar riscos de segurança e assegurar a proteção de dados sensíveis. 

Além disso, uma governança eficaz de APIs contribui para a eficiência operacional, permitindo a reutilização de APIs, automação de processos e melhoria no desempenho dos serviços. Assim, a governança de APIs é um pilar essencial para empresas que buscam manter sua competitividade e garantir a segurança de suas operações digitais.

Assine nossa Newsletter para receber os melhores conteúdos do Itshow em sua caixa de entrada.

Fernanda Martins
Fernanda Martins
Formada em Letras, com pós em mídias sociais, e redatora do portal de notícias Itshow. Já escreveu para vários blogs de cultura pop, produziu conteúdo no Facebook e no Instagram sobre literatura e até escreveu algumas fanfics pela internet. Hoje, se especializa em redação e usa suas habilidades de escrita crítica e literária para trazer mais sensibilidade aos textos e continuar fazendo o que ama.
Postagens recomendadas
Outras postagens